10 maio 2017

Governo se reúne com representantes do Ministério dos Transportes, DNIT e prefeitos para tratar da restauração da BR-222



O secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, representou o governador Flávio Dino em uma reunião com agentes do Ministério dos Transportes, DNIT e prefeitos para tratar da restauração da BR-222, entre os municípios de Miranda e Santa Luzia. O momento aconteceu na tarde desta quarta-feira (10), em Santa Luzia, e contou ainda com a presença de moradores da região.

“Estivemos em Brasília conversando com os técnicos, fizemos a segunda etapa que era ir in loco com os representantes e agora vamos buscar o aperfeiçoamento do projeto, junto com prefeitos e sociedade civil organizada. O investimento previsto é de 700 mi e passado este momento vamos definir qual a melhor forma de captar recursos necessários. É uma rodovia federal, mas o governo Flávio Dino vai dar sua contribuição porque, claro, é de interesse de todos os maranhenses” destacou o secretário da Sinfra, Clayton Noleto.

Por causa da construção de casas às margens da BR-222, o diretor de planejamento do Ministério dos Transportes, Marcos Tavares, detalha que a obra tomou um caminho diferente do que era esperado.

“As intervenções imaginadas seriam CREMA (programa de restauração de vias do Governo Federal), porém as ocupações na faixa de domínio e os animais na pista nos fez pensar em uma restauração mais pesada” reforça Tavares.

A BR-222 passa pelos municípios de Arari, Santa Inês, Vitória do Mearim, Santa Luzia e Santo Onofre e o povoado Ferro Velho. O trecho de 245km que será recuperado vai ajudar a escoar a produção local, além de melhorar a trafegabilidade urbana da região.

“Nós temos povoados que ficam 250km da sede, povoados esses que produzem soja, milho, abóbora, entre outros produtos e que depende dessa rodovia. Com a reforma, facilitará o escoamento dessa produção” reitera a prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho.

Estiveram presentes ainda na reunião líderes comunitários, vereadores das regiões, o presidente da CDL, Francisco Dias, o presidente da Associação Comercial, Claudionor, o diretor-executivo da Comefee, Dilton, além de secretários dos municípios envolvidos.
Postar um comentário