27 maio 2017

PORTO FRANCO: Documentos são relativos a Prestação de Contas/2016 e não da prefeitura, esclareceu ex-prefeito.

       
Diferente dos fatos apresentados pela assessoria do atual prefeito de Porto franco, pessoas ligadas a antiga gestão não foram conduzidas e também não ouve apreensão de documentos, como foi arquitetado. 
O ex-prefeito, Aderson Marinho (o Adersinho), esclareceu todo o imbróglio que envolveu seu nome nas redes sociais onde relatavam uma condução à delegacia, no entanto, documentos da sua prestação de Contas do exercício 2016 teriam sido confundidas com documentos de propriedade da prefeitura. 
Aderson Marinho foi convidado a depôr.
O fato ocorre pelo segunda vez consecutiva, quando um ex-contador da prefeitura de Porto Franco também foi conduzido, no entanto, os fatos reais são diferentes do publicado propositalmente pela assessoria do prefeito atual com intuito de desviar a atenção para o desastre que virou a gestão de Nelson Horácio, relata Adersinho.
Adersinho publicou uma nota no final da tarde de ontem (26) onde esclareceu o ocorrido.

Veja a nota abaixo:

MA-PORTO FRANCO /NOTA DE ESCLARECIMENTO

"A atual gestão municipal de Porto Franco-MA, em decorrência de sua incompetência de administrar o município e também pelo fato da grande desaprovação que a mesma tem perante à população, tem tentado desde o início de seu governo, jogar a culpa de seu fracasso, na gestão anterior e no grupo político que administrava Porto Franco". Vamos esclarecer alguns fatos;

1- A atual gestão tentando tirar o foco de sua incompetência fez denúncias e tem pressionado a polícia civil para realizar operações atrás de supostos documentos referentes a gestão passada e que os mesmos precisam ser usados pelo ex-prefeito Adérson Marinho Filho para fazer sua Prestação de Contas referente ao ano de 2016, portanto é um assunto tocante à documentos de prestação de contas e não tem qualquer ligação com nenhum desvio de recurso público ou algo do tipo.

2 - Membros da atual gestão tem soltado versões distorcidas e mentiras infundadas pelas redes sócias, tentando confundir a cabeça da população e desviar o foco dos acontecimentos recentes que tem rachado o grupo com o abandono de secretários e vereadores da atual gestão.

3- Em nenhum momento a casa do Ex-prefeito e Deputado Federal Deoclides Macedo, recebeu visita da polícia ou da justiça, isso não passa de uma grande mentira contada por aqueles que sempre estiveram ao lado da calúnia e difamação contra as pessoas de bem deste município.

4- Diante das denúncias realizadas pela atual gestão, a polícia está averiguando e fez algumas vistorias hoje pela manhã (ontem/26) e convidou o ex-prefeito Aderson Marinho para dar alguns esclarecimentos sobre as supostas denúncias, fato que não incrimina em nada o ex-prefeito, tudo está sendo esclarecido e em breve daremos mais informações. 

Postar um comentário