31 maio 2017

Tenente acusado da morte de policiais prometeu prender assassinos e consolava a família


A secretaria de Segurança do Estado do Maranhão anunciou, no final da tarde de ontem, a prisão dos acusados pelo assassinato do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, até então considerados desaparecidos desde o dia 17 de Novembro do ano passado, da cidade de Buriticupú.

 A Justiça Militar atendeu o pedido da delegada Nilmar da Gama Rocha e os acusados (um tenente e mais dois policiais da PM teriam responsáveis pelo ocorrido) já estão presos.

Está marcada coletiva de imprensa nesta quarta-feira (31), às 10h, na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), em São Luís.
.
Em meio ao drama da policia em ter que cortar na própria carne com a prisão de colegas da segurança pública, inclusive com envolvimento direto de um "tenente", as declarações da filha de um dos PM's mortos em rede social chamou a atenção. Segundo ela, o tenente consolava a familia e dizia que só descansaria quando trouxesse o seu pai de volta. "Eu quero te ver mofando na cadeia, só vou descansar quando te ver perder essa farda que tu veste e não honra, BANDIDO FARDADO!!".

Veja a declaração publicada na rede social:



Postar um comentário