05 outubro 2017

Estudantes de Grajaú são brutalmente assassinados em Minas Gerais

Damaris pegou 20 perfurações (primeira da esquerda para a direita),
e é unica sobrevivente os outros 2 irmãos morreram no local

Patosjá

Os 3 irmãos são naturais da cidade de Grajaú-MA e foram morar em Patos de Minas por conta da faculdade

Um homem matou a ex-esposa, o ex-cunhado e tentou matar a ex-cunhada na madrugada desta quinta-feira(5), no bairro Caiçaras, em Patos de Minas. Os crimes foram em um prédio na rua João Cunha, 70. Pedro Queiroz Gonçalves, 29 anos, de Brasília, chegou enfurecido ao local e começou a discutir com a ex-esposa, Darc Souza Queiroz, 24 anos. A jovem foi morta na garagem do prédio.
assassino 

A série brutal continuaram quando o suspeito subia pelas escadas e encontrou com a irmã de Darc, Damáris Nascimento, que teria escutado os gritos de socorro. Sem piedade Pedro também a esfaqueou, mas apesar da gravidade a jovem foi encaminhada com vida ao Hospital Regional. Em seguida o assassino seguiu até o apartamento 105 onde moravam os irmãos e encontrou Abner Calebe no quarto. Abner tentou reagir e chegou a morder o dedo do suspeito, mas enfurecido Pedro também o golpeou por várias vezes e o rapaz morreu na hora. 

Os vizinhos escutaram os gritos de pânico e pedidos de socorro. Um deles viu Pedro dentro do prédio e prestou socorro a Damáris. Depois dos crimes Pedro ligou para a mãe dos jovens e contou a barbárie. Ele foi à delegacia e confessou o crime. Abner foi golpeado com 24 facadas, Darc com 26, e Damaris com 20.

Em entrevista, Pedro disse que a faca de cozinha, com lâmina de 15 cm, usada no crime foi amolada durante o dia. O rapaz estava calmo e com frieza afirmou que se fosse preciso faria tudo novamente. Ele contou ainda que foi ao local com intuito de matar Darc e que ela o teria traído.

A família dos jovens são muito conhecidas na cidade de Grajaú-MA, principalmente pelo fato de congregarem na Assembléia de Deus local. A noticia chocou a cidade. Os 3 jovens estavam em Patos de Minas para estudar. Darc  (ex-mulher do assassino) fazia psicologia, Abner (assassinado) cursava engenharia elétrica e Damáris (sobrevivente) engenharia de produção. 

Postar um comentário