14 novembro 2017

Kátia Abreu e Siqueira Campos se posicionam contra transposição do Rio Tocantins

Após ser aprovado pela Câmara dos Deputados, tramita agora no Senado Federal Projeto de Lei que prevê à transposição do Rio Tocantins para a Bacia do São Francisco.
O projeto, que agrada a bancada nordestina, prevê um percurso de 733 km de interligação entre o Rio Tocantins e o Rio Preto, na Bahia, que está vinculado na bacia do São Francisco.

Bem sabemos que o São Francisco vem ‘morrendo’ ao longo das últimas décadas e que isso decorre não só por conta de fenômenos naturais, mas também –e principalmente – por causa da intervenção humana.

O Ex-governador Siqueira Campos e a Senadora Kátia Abreu se manifestaram contrários a transposição. "O Rio Tocantins não é inesgotável. Eu sou contra e nosso povo não merece isso", denunciou Siqueira Campos. 

A relatora do projeto na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal é Kátia Abreu (PMDB-TO), que já anunciou ser contrária. Ela apresenta uma série de fortes argumentos:

1 - “a salvação de um rio não pode significar a condenação de outro. Pelo contrário, precisamos manter todos os nossos rios vivos e garantir que eles cumpram sua função social”.

2 - “No lugar de uma nova e dispendiosa transposição, a atitude a ser tomada para garantir água no São Francisco é revitalizar sua bacia”.

Em nota, Kátia Abreu se dirigiu aos tocantinenses afirmando que lutará “bravamente pela rejeição deste projeto inviável e agressivo ao nosso Rio Tocantins”.
Postar um comentário