14 dezembro 2017

Escolas da rede municipal são fechadas em Imperatriz

G1 Maranhão

Mais de dez escolas municipais foram fechadas na cidade, este ano, e cerca de mil estudantes serão deslocados para outras unidades.

As escolas da rede municipal estão sendo fechadas em Imperatriz, a 626 km de São Luís, pois a Prefeitura alega a redução de custos. O fato é que mais de dez escolas municipais foram fechadas na cidade, este ano, e cerca de mil estudantes serão deslocados para outras unidades.


Atualmente a Prefeitura tem 157 escolas funcionando na rede municipal de ensino. Quase cem delas, são municipalizadas, ou seja, alugadas e geridas pelo dono do imóvel. No início do ano, duas foram fechadas e até o final deste, outras nove.

O secretário de Educação de Imperatriz, Josenildo Ferreira, afirma que a Município está readequando toda rede de ensino a fim de que os alunos não sejam prejudicados. “Nós fizemos um cronograma, fizemos a observação e começamos a tomar medidas. Já fechamos duas escolas no início do ano, fizemos a transferência dos alunos para outras unidades escolares. Tudo regular e agora estamos num processo de levantamento de mais oito escolas. As transferências também estão sendo feitas para dentro do bairro para escolas em bairros vizinhos. Algo que não atrapalhe o deslocamento desses alunos. Então na verdade é uma readequação da rede”.

Uma dessas escolas é a Frei Damião no Parque Alvorada Dois. A dona de casa Rita de Cássia estudou na escola que existe há 25 anos. Ela diz que muitas crianças terão dificuldade de ir para outro lugar. “Como é que pai vai pagar a passagem de um filho. Se for dois filhos, três filhos estudando num colégio? Como é que vai pagar? Não vai conseguir pagar a passagem de uma criança”.

As escolas fechadas têm problemas com a documentação e também com a estrutura. Os alunos serão encaminhados para escolas municipais mais próximas.

De acordo com a Prefeitura, as escolas novas ficam a metros de distância de onde os alunos estudavam. Cerca de mil estudantes serão deslocados por causa dos fechamentos que devem ocorrer em vários bairros. Segundo o secretário de Educação, Josenildo Ferreira, a economia para os cofres públicos será de milhões e esse dinheiro será investido na educação. “Nós já estimamos uma economia de mais de quatro milhões de reais ano. Só nessa diminuição dessas escolas agora. Esse valor já foi determinado para que seja feita uma licitação para a construção de uma escola no bairro Bom Jesus, uma vez que lá foi entregue um conjunto habitacional com 1.200 casas e lá não tem escola com vaga para atender essas pessoas, essa demanda. Então nós faremos licitação e construiremos escolas com esses dinheiros da economia”, finalizou.

Quanto aos prédios que não serão fechados a Prefeitura pretende abrir um processo licitatório para manter ou abrir novos contratos.
Postar um comentário