10 dezembro 2017

Guerrero pega 1 ano de suspensão por teste positivo de cocaína

A Comissão de Disciplina da FIFA decidiu suspender durante um ano o atacante do Flamengo e da seleção do Peru Paolo Guerrero, depois de o teste por uso de cocaína num controle antidoping em outubro passado ter dado positivo.

A FIFA confirmou nesta sexta-feira (8) a decisão da sua comissão disciplinar e notificou que o período de suspensão começa a contar a partir do dia 3 de novembro.

A presença da substância no organismo de Guerrero foi detectada no controle ao qual foi submetido no dia 5 de outubro em Buenos Aires, após a partida das Eliminatórias para a Copa da Rússia entre Argentina e Peru, ao ser localizada na sua amostra o metabólito da cocaína benzoilecgonina, incluída entre os estimulantes que figuram na lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (AMA).
“Ao ter dado positivo para uma substância proibida, o jogador foi contra o artigo 6 do Regulamento Antidoping da FIFA e, em consequência, o artigo 63 do Código Disciplinar da FIFA”, informou o organismo em comunicado.


O Flamengo ainda não se pronunciou sobre a suspensão de Guerrero, mas de acordo com o Globo Esporte, internamente o clube já contava com o pior cenário – embora não falasse do assunto, muito menos publicamente.

A diretoria fazia sondagens a atacantes, até por que era um pedido público de Reinaldo Rueda, que queria uma alternativa a Guerrero – o treinador colombiano previa “agenda cheia” do peruano em ano de Copa do Mundo, com preparação e amistosos até o mundial da Rússia.

Ciberia // EFE
Postar um comentário