04 dezembro 2017

João Doria cumpre agenda em São Luis e é recebido por Roberto Rocha

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), esteve em São Luís, cumprindo extensa agenda com empresários locais. Após palestra na FIEMA, Dória foi recebido pela imprensa, amigos e partidários, no escritório de representação do senador Roberto Rocha(PSDB), no Calhau.

Roberto Rocha apresentou ao prefeito de São Paulo o projeto de criação da Zona de Exportação do Maranhão – ZEMA, que foi recebida com muito entusiasmo pelo prefeito. O projeto, que será votado na próxima semana, visa potencializar as condições portuárias criando uma área de livre comércio no Porto do Itaqui, que possui localização estratégia para o Brasil, pois liga o país aos principais portos do mundo, no continente americano e asiático, pelo Canal do Panamá, e nos continentes africano e europeu.

Em seu discurso, João Dória, prefeito da maior cidade das américas (São Paulo), fez referência às ações do senador, com destaque para a ZEMA. O gestor e empresário fez um breve resumo de sua trajetória até chegar à prefeitura de São Paulo.

João Doria Júnior começou a trabalhar aos 13 anos de idade. Aos dezoito anos já era diretor de uma rede de televisão. Saiu de uma escola particular e foi estudar em um colégio público, em um curso noturno, para durante o dia, trabalhar numa agência de publicidade. Aos 38 anos fundou e hoje preside a LIDE, Grupo de Líderes Empresariais, com mais de 400 empresas, que juntas representam cerca de 40% do PIB privado nacional. Preside o Grupo Doria, grupo de Comunicação e Marketing, composto por cinco empresas. Candidato à prefeitura da cidade de São Paulo, pelo PSDB, foi eleito no dia 2 de outubro de 2016, com 53,29% dos votos, tornando-se o primeiro candidato a vencer no primeiro turno em São Paulo, desde 1992. João Doria tem como vice o deputado federal Bruno Covas.

Ao se referir à pré-candidatura de Roberto Rocha ao governo do Maranhão para as Eleições de 2018, Dória reafirmou o que havia dito em imprensa local: Roberto Rocha tem todas as qualificações necessárias para ser governador. “Estarei aqui tantas e quantas vezes forem necessárias para a poiar este homem no seu objetivo de ser governador, fazendo as alianças que foram necessárias, com gente séria e com outros partidos, enfatizou João Dória.

Sobre as alianças políticas no Maranhão, o prefeito de São Paulo mais uma vez, foi enfático. Descartou qualquer possibilidade de apoio a partidos como o PT, PC do B ou PDT. “Não há vermelho nas cores do PSDB”, afirmou.
Postar um comentário