15 fevereiro 2018

Terminou o carnaval e inicia as caravanas das ilusões



Cidades sem estruturas de saúde e educação, funcionários que recebem atrasado ou nem recebem, ou em outros casos, onde municípios nunca conseguiram pagar o 13° salário do ano passado, mas tiveram um carnaval daqueles... De arromba, diria.

Com o fim da festa do Rei momo é hora de contabilizar despesas e planejar como serão pagas, afinal, vai começar o chorôrô dos inocentes. HospitaIS sem remédios e até médicos com salários atrasados.

Com o fim das caravanas da folia, inicia a caravana da enganação. Pré-candidatos iniciam sua peregrinações nas cidades por todo o Maranhão afim de pregar a renovação, a nova onda, e outros, porém,  com discursos tão arcaicos que minha avó restabeleceria a memoria consumida pelo 'mal Parkinson' se ela ouvisse. Há!!! Ainda bem que ela também não ouve e nem tem mais a obrigação do voto.

Um dia após pular carnaval e tomar todas teve gente descendo para assistir os últimos dias de pregações da Igreja Nova Vida ou do Congresso “a minha vida tem sentido”.  Apesar da ressaca ainda vai da tempo de iniciar a quarentena de jejum que antecede a crucificação, segundo a bíblia. Então, resumindo; Ainda da tempo de pedir perdão pelos deslizes carnais.

Com todo esse carnaval que virou a vida política no Brasil, não tem jejum que resolva e nem se Jesus ressuscitasse resolveria. Na verdade, a única solução é um dilúvio que devastasse corruptos e corruptores de todos os comandos e governos. Há, ia esquecendo de novo: - Convoca os militares (instaura o AI-6), afinal, faz tempo que esse negócio precisa de uma revolução que não seja socialista e nem mudanças de vida e presença política após o carnaval.

Enquanto isso não ocorre, que venha a caravana das ilusões...

Postar um comentário