21 março 2018

Aliança comunista com o DEM desconsidera Roseana e Zé Reinaldo

A história e a influencia de Roseana e Zé Reinaldo foram superadas pela estratégia comunista

Nova diretoria do Democratas no Maranhão não só coloca uma 'pá de terra' na fracassada estratégia de Zé Reinaldo em levar o partido para outro caminho que não fosse uma relação direta com o atual governador e o projeto de reeleição Dinista, mas distancia, historicamente, um partido que sempre esteve ao lado e apoiando o clã Sarney no Maranhão e em Brasília. 

O governador esteve pessoalmente se comprometendo com os interesses do DEM e a divisão da fatia no Maranhão, afinal, Rodrigo Maia, presidente da câmara dos deputados, é presidenciável e precisa de palanque no estado. Flávio Dino reuniu-se a portas fechadas com ACM Neto, presidente nacional do DEM. 

A vitória na condução do democratas para o palanque comunista era duvida frequente em todos os campos políticos do estado e provavelmente por todos os campos a nível nacional, portanto, a presidência, vice e 1° secretário, comandada por Juscelino Filho, Rogério Cafeteira e Neto Evangelista, respectivamente, é considerada uma vitória e consolidação da aliança, principalmente pelo fato de serem todos defensores do projeto de reeleição, naturalmente. 

Dino, nessa primeira etapa, simplesmente matou dois coelhos numa cajadada só, Zé Reinaldo e Roseana ficaram pela estrada...
Postar um comentário