13 março 2018

Moeda virtual era usada para pagar propina

fonte: noticias do minuto

Um dos alvos da Operação Pão Nosso, fase da Lava Jato do Rio deflagrada nesta terça-feira (13), usou bitcoins para enviar dinheiro para fora do país e tentar escapar da fiscalização, de acordo com a Receita Federal, que participou da investigação. 

A operação apontou que foram gastos R$ 300 mil em quatro operações de compra da moeda virtual fora do Brasil no ano passado. O nome do suspeito não foi divulgado. 

"É uma novidade. Mostra que as pessoas estão tentando sofisticar de alguma forma, talvez voar abaixo do radar da Receita Federal, do Banco Central e do Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras]", disse o superintendente-adjunto regional da Receita, Luís Henrique Casemiro. 

Ele disse suspeitar de uma tentativa de mandar dinheiro para o exterior usando esse instrumento, que não é regulado na maior parte dos países.
Postar um comentário