27 setembro 2018

1,5 milhão de nordestinos deixaram de fazer biometria, PT acusa golpe


Quem não se cadastrou na revisão eleitoral não poderá votar nestas eleições, decide STF

O Supremo Tribunal Federal negou nesta quarta-feira (26), por 7 votos a 2, um pedido para que eleitores que tiveram o título cancelado pela Justiça Eleitoral por faltarem à revisão periódica — que inclui o cadastramento biométrico— pudessem votar neste ano.

A maioria dos ministros acompanhou o relator da ação, Luís Roberto Barroso e mantiveram a regra inicial de impossibilidade de voto. A justificativa é que esses eleitores não compareceram ao recadastramento. No nordeste, provavelmente voto petista, 1,5 milhões vão deixar de votar.

Postar um comentário