12 setembro 2018

Ingratidão e Política, Ildemar Gonçalves faz jus ao ditado que as duas andam juntas...

A decisáo do ex-prefeito ildemar Gonçalves de apoiar o candidato a deputado e ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques de Sousa, repercute com razões óbvias, mas em dois ângulos. Por um lado, o fato de que Ildemar é tucano e até então aliado de MAdeira, apesar das divergências conquistadas na escolha do então Vice de Flávio Dino na eleição de 2014, porém, ao entrar no processo após conchaves tucanos na capital, pouco ou nenhuma chance Madeira teria de indicar Ildemar a vice, como era proposto por este lado tucano daqui e atribuem, portanto, a não indicação de Ildemar a Madeira.

 Certamente Madeira nunca assumiria ausência de poder para tal.  Por outro lado, Ildemar Gonçalves nem existia na vida política se não fosse pelo convite para o Senado por parte de Madeira, que recolocou o tucano na vida política, vindo a ser prefeito de Açailândia por duas vezes e maior liderança naquela região.

Entre os dois pontos, pode-se dizer que Ildemar é mais um desagradecido com os gestos de Madeira, pois apoiar Ildon em Açailândia colocou as duas lideranças em dois extremos do processo, por conta, principalmente, da rivalidade que persiste nesta campanha e ainda o fato de Ildemar e Madeira serem do mesmo partido. Gesto na política é uma das marcas do processo, principalmente em campanha. 

Após esta eleição Madeira terá uma visão clara de quem sempre foram os verdadeiros aliados, visto que, até pequenas lideranças que mataram até a fome na cozinha do ex-prefeito, hoje desfilam com outros candidatos, o que não tira o favoritismo da sua eleição.

Postar um comentário