29 outubro 2018

Não deu... Matemático da USP afirmou que Haddad teria 99,96% de chance de ser eleito


Uma análise baseada nas pesquisas do Ibope e do Datafolha feita pelo matemático Sérgio Wechsler, professor da Universidade de São Paulo (USP) e PhD em Estatística pela Universidade de Berkeley, afirmou que Fernando Haddad (PT) teria 99,96% de chances de ser eleito o novo presidente do Brasil no segundo turno. O “estudo” foi divulgado há três semanas por Gester Oliveira, ex-presidente do Cade durante o governo FHC, em sua coluna no UOL.
Postar um comentário