19 novembro 2018

Menor também teria sido agredido por funcionários da CEMAR

O Sr. Valdonez Moura, agredido por funcionários da companhia de energia CEMAR, fato ocorrido no último dia 12 deste mês, em sua residência localizada no Parque Santa Lúcia, em Imperatriz, vai denunciar a agressão contra seu filho, menor de idade, ocorrida no mesmo dia.

Segundo relatos de Valdonez em entrevista em uma TV local, 4 funcionários da CEMAR invadiram sua residência após um desentendimento ocorrido no atendimento, nesse momento Valdonez foi agredido (como mostra as fotos dos hematomas) e o seu filho também, quando tentou salvar seu pai quando ele era atacado por 4 funcionários da companhia de energia dentro da sua residencia, relatou Valdonez. O portão da casa ficou as marcas dos abusos da companhia.

Além da denúncia de agressão com lesões corporais, a invasão da sua residência entre outros absurdos qualificados no código penal e civil, praticados pelos funcionários da concessionária de energia, Valdonez deve denunciar a agressão ao filho menor de idade. Vizinhos que presenciaram os abusos dos funcionários da empresa estão testemunhando afim de restabelecer a verdade dos fatos, porém, a exposição grave da sua imagem nas redes sociais, algemado, dificilmente será reparada.



Postar um comentário