09 janeiro 2020

Porque essa derrota na câmara assusta tanto governo Assis Ramos...


Não é a primeira derrota do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, na câmara de vereadores, mas esta, é, a mais significativa. Não pelo número de vereadores que votaram contra o executivo e a favor dos professores, mas pelo rompimento da base do governo e os motivos que os levaram a isso. 

Não é a primeira vez que a base rompe nesses últimos 3 anos, foram muitas derrotas, mas no ano eleitoral, um rompimento nessa proporção, que culmina com uma derrota humilhante, só ocorre quando há impopularidade do executivo. 

Os vereadores, mesmo aqueles de primeiro mandato, sabem que no ano eleitoral não compensa votar em questões impopulares e muito mais agravante, votar num tema impopular de um governo impopular. 

A debandada no ano eleitoral é um raio X do fracasso consolidado da gestão Assis Ramos. 

É natural que os políticos mais experientes procurem pré-candidatos da majoritária [a prefeito] menos pesado e com chances reais de eleição, o que não ocorre com o atual gestor, e pode ter sido um dos motivos do deslocamento. 

No decorrer do ano ainda é provável que todas as ações polêmicas enviadas a câmara culminem em derrota do executivo, tornando a candidatura a reeleição um “peso” e consolidando a tese de alguns analistas; A eleição em Imperatriz caminha para uma polarização, mas sem o nome do prefeito Assis Ramos.

Nenhum comentário: