Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





O prefeito destaca que incentivos para implantação de novas empresas têm mudado a economia de Imperatriz gerando emprego e renda
A gestão municipal tem priorizado ações que alavanquem o desenvolvimento social e econômico de Imperatriz. Para isso, receber bem e facilitar investimentos na cidade faz parte das prioridades do Município. O resultado disso é o aumento considerável de empresas, paralelo ao aumento de novas oportunidades de emprego na cidade.
A empresa Suzano é um dos destaques. Empresa de grande porte que tem gerado emprego e renda para a cidade, bem como, estimulado a instalação de novas empresas como é o caso da Valmet – indústria multinacional que inaugurou seu mais novo centro de serviços em Imperatriz na quarta-feira (16) – que irá prestar serviços de usinagem, caldeiraria, manutenção e recuperação, bem como fabricação de componentes e estoque de itens consignados para a Suzano.
Durante o discurso de abertura das operações da nova empresa de grande porte instalada em Imperatriz, o prefeito Sebastião Madeira comemorou  o avanço econômico que a cidade está vivendo. Ressaltou durante o discurso que a maior obra do seu governo foi garantir incentivos para que novas empresas se instalassem em Imperatriz e assim melhorar a renda da cidade, sobretudo proporcionar novas oportunidades no mercado de trabalho. “A maior obra da minha gestão foi ter destravado a cidade”.      
Conforme pontua o gerente executivo industrial da Suzano, Volnei Hilbert a mão de obra local é uma das prioridades da Suzano. Atualmente 60% do quadro de funcionários da empresa é composto por profissionais de Imperatriz. Ele acrescenta que a instalação da cidade elevou o PIB da cidade.   “O impacto da Suzano é tão grande que mudou o PIB de Imperatriz. Antes aqui era uma cidade de serviços, com uma indústria que representava apenas 5% do Produto Interno Bruto. Mas a vinda da Suzano e as demais empresas que trouxemos para cá mudou essa realidade. Isso mudou Imperatriz que está calcada em uma indústria de ponta”.
O  presidente da Valmet na América do Sul, Celso Tacla, assinala que o centro de serviços inaugurado, é o quarto aqui no Brasil. Segundo ele a  Valmet é uma empresa de origem Finlandesa que tem operado há mais de quatro décadas no Brasil. Sobre o investimento realizado na implantação da empresa ele relata: “Fizemos um investimento de aproximadamente R$ 30 milhões para garantir uma estrutura adequada”. Sobre a mão de obra,  ele garante que assim como as demais empresas que têm se instalado na cidade, a Valmet vai priorizar a   mão de obra local.
Para Victor Lima, que teve sua primeira oportunidade no mercado de trabalho na Suzano, a conquista mudou a vida de toda a sua família. Ele conta que recebeu o treinamento adequado fornecido pela empresa e que hoje tem crescido substancialmente. “Tive essa oportunidade em um momento muito crucial. E ela mudou a minha vida e a vida de meus familiares”.

RECONHECIMENTO - Em 2013, o relatório do Pnud  colocou Imperatriz entre os municípios Brasileiros com alto desenvolvimento humano. Considerada metrópole da Região Tocantina, em relação ao desenvolvimento e qualidade de vida, de acordo com o relatório divulgado na página da Globo na internet, Imperatriz alcançou o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 0,731. O que a colocou o Município em situação de vantagem em relação aos municípios de Porto Franco (0,684), Estreito (0,659), Açailândia (0,672) e Balsas (0,687), que têm forte influência na produção agroindustrial do estado, mas só alcançaram o médio desenvolvimento.
Segundo o Programa, o índice é calculado com base em três indicadores: longevidade e saúde; acesso ao conhecimento; renda associada à qualidade de vida. Nesses itens, segundo o relatório, Imperatriz contabiliza respectivamente 0,803 (vida longa), 0,698 (educação) e 0,697 (padrão de vida com base no rendimento per capita por pessoa). Madeira destaca que ser um resultado dos incentivos que a prefeitura tem buscado para garantir o crescimento econômico e que tem afetado positivamente os indicadores do IDH.
Eva Fernandes [ASCOM]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D