Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




porto-franco-1.png

Simproesema diz que aumento é inferior ao previsto em Lei e que a paralização de advertência é inevitável

 

A autonomia do legislativo da cidade do Porto Franco virou motivos para deboche, mesmo quando grandes projetos passam por debates no plenário, foi o que ocorreu na manhã de hoje (14) quando a câmara de vereadores decidiu colocar em pauta uma espécie de reforma no Plano de Cargos e Carreiras dos profissionais da Educação, no entanto, a medida era apenas “pano de fundo” para a aprovação de apenas 3% de aumento para os professores, muito abaixo da data base, que deveria ser em torno de 6%, explica a presidente do Simproessema, Marcilene Pereira. 

 

O Legislativo portofranquino, de fato virou uma espécie de porta voz do executivo, no entanto, deveria representar o anseio da população e principalmente defender a sua independência, o que significa uma luta constante pelo que a populaçao deseja, e não o que o prefeito quer.

 

Sem ferir o custo do município facilmente seria decente a câmara aprovar o que determina a lei,  e o Piso Nacional da Educação, no entanto, preferiram o "flertar" mais uma vez com o executivo. Na última semana um vereador da base chegou a gravar um vídeo para as redes sociais para explicar questões do municipio, como se fosse secretário de comunicação. A bem da verdade, se fosse na tribuna da câmara não teria ficado tão "meloso" como ocorreu em rede social. 

O simproesema, que representa a categoria e defende a inclusão no Plano de Cargo e Carreira de todos os profissionais que trabalham na educação, lamentou o ocorrido e se manifestou em defesa da categoria; “Infelizmente vemos a falta de respeito do executivo com a categoria da educação, não havendo outra saída se não a manifestação da categoria por meio de uma paralização de advertência”, esclareceu.

O Simproesema é o sindicato mais antigo e mais estruturado dentro da cidade de Porto Franco, e que defende os profissionais da educação no município. Além disso é uma representação reconhecida tanto no estado quanto no governo federal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:37





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D