Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





As obras de ampliação da BR-135 foram tema de reunião na Assembleia Legislativa, neste sábado (9). O objetivo foi discutir a recuperação da rodovia federal, etapas da obra e ações para garantir mais agilidade com fins à conclusão mais breve dos serviços. O encontro teve a presença de representantes do Governo do Estado, deputados maranhenses e da direção nacional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

“Dada a gravidade da situação, realmente dramática da BR-135, esta reunião realizada aqui ajuda bastante para ampliar o diálogo na busca de soluções e mostra também o compromisso dos dirigentes do DNIT com a solução do problema”, avaliou o secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto.

O secretário da Sinfra destacou que o Governo do Estado reconhece o atual cenário enfrentado pelo órgão nacional, mas frisa “a necessidade do máximo empenho para a conclusão mais breve desta obra”. Entre as solicitações está o pedido para que o DNIT aumente a equipe de trabalho com a colocação de grupo emergencial para acelerar as obras. Atualmente, há seis equipes atuando no trecho e são requisitadas pelo menos oito.

Segundo o diretor-geral do DNIT, Fábio Casemiro, todas as solicitações foram exigidas às empresas responsáveis para acelerar os serviços. Ele afirmou que o órgão está empenhado na conclusão das obras. “Será cobrado das empresas que garantam essa plena trafegabilidade em menor tempo possível”, disse ele, estimando em até 60 dias o prazo para “deixar a rodovia em 100% de trafegabilidade”. Segundo Fábio Casemiro, este é o prazo médio dado pela área de Engenharia do órgão, com base nas peculiaridades da obra. “Nosso intuito é dar uma resposta mais rápida ao povo do Maranhão, pois sabemos da importância desta rodovia para a população”, reiterou.

Ainda segundo o diretor-geral, todos os pagamentos estão em dias. “Não haverá mais atrasos neste trecho da obra”, disse. Ele informou que no dia 18 deste mês reiniciarão as obras no elevado, no trecho de Bacabeira.

Após a coletiva, o secretário Clayton Noleto seguiu com a comitiva de deputados estaduais e federais, além de membros do DNIT, para uma visita à BR-135. O objetivo foi apresentar a real situação da rodovia aos representantes nacionais do órgão. “Fizemos uma verificação técnica no local, para que a direção nacional do DNIT conheça de perto a realidade da rodovia, que amplie a sensibilidade para o problema para que possamos agilizar o enfrentamento desta questão”, pontuou Clayton Noleto.

A primeira etapa da obra de ampliação da BR-135 teve início em agosto de 2012. Trata-se do km 0 ao km 69. Dos recursos de R$ 471,2 milhões empregados para os serviços já foram pagos R$ 368 milhões.

Além do representante nacional do DNIT, também estiveram presentes à reunião o superintendente do DNIT-MA, Maurício Itapary; a chefe de Serviço Operacional do DNIT, Carolina Mucci; o coordenador-geral de Manutenção do DNIT, Fábio Nunes; o coordenador de Engenharia do DNIT, Glauco Henrique da Silva; os deputados federais André Fufuca e Rubens Pereira Júnior; e os deputados estaduais Eduardo Braide, Rogério Cafeteira e Wellington do curso, que são membros da Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias Federais do Maranhão.

CRONOGRAMA

Nesta terça-feira (12), será realizada reunião para tratar sobre o assunto com a presença do governador Flávio Dino, no Palácio Henrique de La Roque, e de representantes da assessoria especial da Presidência da República e também do DNIT. Na ocasião, o órgão vai apresentar o plano de trabalho efetivo com a definição do cronograma da obra e das equipes que vão trabalhar na recuperação da rodovia e conclusão dos serviços de ampliação da BR-135. “Vamos continuar atentos, representando o povo do Maranhão e cobrando as devidas medidas para a solução do problema”, reafirmou o secretário Clayton Noleto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D