Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






ESTADÃO/ POR RICARDO BRANDT, ENVIADO ESPECIAL A CURITIBA, JULIA AFFONSO E MATEUS COUTINHO

15/03/2016, 16h54


Senador petista contou à Procuradoria Geral da República que o pecuarista José Carlos Bumlai e o ex-governador Zéca do PT tratavam propriedade rural em Atibaia (SP), alvo da Lava Jato em Curitiba, como sendo do “amigo” ex-presidente da República


Sítio Santa Bárbara. Foto: Márcio Fernandes/Estadão

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) afirmou em sua delação premiada, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que o pecuarista José Carlos Bumlai – preso desde novembro de 2015 em Curitiba, pela Operação Lava Jato – foi responsável pelas obras do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP) tratado pelos amigos como “o sítio do Lula”.

“O depoente ouvia de José Carlos Bumlai e de Maurício Bumlai que, ao tratarem do sítio em Atibaia/SP, diziam expressamente que estavam ‘indo ao sitio do Lula'; de igual maneira, Zéca do PT também relatou ao depoente que passava os fins de semana ‘no sitio do Lula’, também se referindo aquele de Atibaia”, registra a Procuradoria Geral da República, que fechou acordo com Delcídio de colaboração premiada.

Bumlai, segundo o delator, seria “quem resolvia os problemas da família de Lula”. “Quando algum (problema) aparecia, ele era chamado para solucioná-lo.”



Lula é investigado pela força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, em três frentes principais. Uma apura ilícitos na compra e reforma do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia, registrado em nome de sócios do filho e com benfeitorias realizadas por empresas do cartel acusados de corrupção na Petrobrás. A segunda envolve a compra e a reforma do tríplex no Edifício Solaris, no Guarujá (SP) e a terceira as doações e pagamentos feitos para o Instituto Lula e a empresa LILS Palestras, Eventos, do ex-presidente.

Delcídio afirmou que em relação ao sítio de Atibaia “vinculado ao ex-presidente Lula”, sabe “que seria construído da mesma forma que o Instituto Lula”.

O senador afirmou que tanto Bumlai, como outro amigo de o ex-presidente, o ex-governador do Mato Grosso do Sul, Zéca do PT, falavam sobre seus finais de semana no “sítio do Lula”.

Delcídio contou que Zéca do PT e Lula “são amigos próximos, da mesma forma que suas respectivas esposas”. “Então, sempre entendeu que o sitio era do ex-presidente Lula”, afirmou o delator, lembrando que Bumlai e seu filho chegaram “a contratar engenheiro para elaborar o projeto e responsabilizar-se pela construção do sítio”, registrou a PGR no termo de delação número 7.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D