Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No final dos anos 1980, o então deputado Plínio de Arruda Sampaio substituiu temporariamente o também deputado Lula na liderança do PT na Câmara enquanto o petista se preparava para concorrer, pela primeira vez, à Presidência da República. Agora o ex-deputado paulista se movimenta na tentativa de substituir Lula. Desta vez, porém, no Palácio do Planalto. E em campos opostos. Enquanto Lula, assumidamente, caminhou da esquerda para o centro, Plínio se revela cada vez mais à mais esquerda.



“A gente tem cada surpresa na vida. O Lula era um cara sensacional, foi um grande presidente do partido, um grande líder, mas ele sucumbiu à ambição do poder”, dispara o ex-petista. Promotor público aposentado, ex-deputado federal e um dos principais nomes da esquerda católica brasileira, Plínio diz que o atual presidente não deixará marca nenhuma na história do país e que a melhoria nas condições de vida do brasileiro, destacada pelo petista, é pura ilusão.
“Lula fez demagogia barata com o Bolsa Família. Soltou um dinheiro para o pessoal da classe C comprar eletrodoméstico. Esse pessoal caiu na ilusão de que quando compra uma geladeira virou classe B. O pessoal da classe B está com a ilusão de que quando compra um carro importado entrou para a classe A. E a classe A está com a ilusão de que quando compra um helicóptero já entrou no primeiro mundo. É o país da ilusão, uma pirâmide de ilusões”, critica.
Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, Plínio é veemente ao condenar a candidatura da ex-pedetista Dilma Rousseff à sucessão de Lula. “A escolha da Dilma é um escárnio, é uma ofensa ao PT. Você tem um monte de companheiros... Ela é uma pessoa que nunca foi do PT. E o Lula impôs e acabou. Eu, por exemplo, sou fundador do PT, trabalhei como um louco no PT, nunca vi essa moça lá. Ela não é do PT. Você pega um partido que tem a maioria, tem o presidente, e você pega uma pessoa de fora, é uma tristeza muito grande”, considera o ex-deputado, que trocou o PT pelo Psol em 2005.

VEJA NA INTEGRA ENTREVISTA COM O CANDIDATO DO PSOL NO CONGRESSO EM FOCO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:27


1 comentário

De Wsclay a 21.07.2010 às 13:03

Fala Arruda. Blz cara?

Meu velho amigo. Sei que o desespero começa a bater com a súbita ascenção de Dilma nas pesquisas, mas mesmo assim temos que resistir à tentação de deturpar textos e afins. No título do seu post, você afirma que Plínio diz que Dilma é escárnio e ofensa, quando vamos ler o texto, percebemos que o que ele afirma é que a "escolha" de Dilma, por não ser uma militante histórica do PT, é um escárnio e ofensa.

Duas coisas totalmente diferentes e que podem tirar a credibilidade do seu blog.

Ah! Já que a opinião do senhor Plínio é tão salutar a este blog, seria interessante ver o que ele fala do Serra, de FHC e do PSDB. Se precisar posso passar alguns links.

São opiniões muito "interessantes". RSrsrsrsrs.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D