Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Imperatriz é a única cidade do Maranhão a ter esse procedimento - vamos fazer uma transição responsável e transparente, diz Daniel Souza

            O prefeito Sebastião Madeira instituiu por meio de decreto [nº 039/16] a criação e instalação da Comissão de Transição de Governo, formada por 16 membros, sendo 8 designados pelo atual prefeito e 8 formalmente indicados pelo prefeito eleito Assis Ramos.

            Os titulares das secretarias de Governo, chefe de gabinete do prefeito, Saúde, Educação, Administração e Modernização, Infraestrutura, Fazenda e Gestão Orçamentária, e Procuradoria Geral do Município de Imperatriz integram a Comissão de Transição do prefeito Madeira.

O coordenador da Transição, Daniel Pereira de Souza, assinalou que a iniciativa atende a uma recomendação do Ministério Público do Maranhão e a legislação federal, cuja premissa diz  que não haja interrupção de continuidade na administração pública.

            A meta, explica Daniel, é para que os munícipes e a administração pública continue funcionando normalmente dando vazão as suas demandas, de acordo com o que foi planejado e o que já existe na gestão atual.

            “O novo governo a partir de janeiro, querendo, deverá adotar as medidas que achar necessárias para fazer seu corpo técnico e medidas do novo governo; o nosso compromisso moral é fazer com que haja total transparência a todos os atos da gestão que se encerra até o dia 31 de dezembro”, frisou.

            Ele também mostrará aos técnicos do novo governo, que assumirão uma gestão cujos titulares das pastas não praticaram atos de desvios, de documentos ou bens e poderão seguir o caminho, inclusive pegando o “manche” da administração atual antes mesmo de assumirem o mandato.

            Daniel Souza ressalta que durante esse processo de transição a equipe do prefeito eleito tomará conhecimento de como funciona a “máquina pública” da Prefeitura de Imperatriz.

            “O compromisso da nossa gestão, pelo perfil que é o nosso governo, honrado e de compromisso com a cidade, é não fazer como os que nos antecederam,  que ‘caparam’ os HDs dos computadores, levaram os ar condicionados, saquearam os processos de pagamento e de prestação de contas, e deixaram nossa gestão quase um ano ‘navegando’ às escuras”, comparou.

            Souza também lembra que a maioria do patrimônio público não estava tombado e que foram perdidas cerca de 100 audiências na Justiça do Trabalho por falta de repasses dessas informações à Procuradoria Geral do Município de Imperatriz.


Gil Carvalho-Sidney Rodrigues/Ascom

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D