Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Grilagem, vampiragem e muita farofa...

por Holden, em 30.09.13
Ainda é cedo para avaliar o resultado eleitoral, para aoposição e para a própria Rosangela Curado,  da sua filiação ao PDT, fato ocorrido nestefinal de semana e abonada pela cúpula do diretório Estadual e por Flávio Dino.

Conversão radical ao trabalhismo

Mas para algumas questões não é necessário muito tempo paramedir o estrago, como, por exemplo, a disposição do Deputado Carlinhos Amorimde proporcionar o “baile de gala” a sua principal opositora do projeto de aindaconcorrer ao executivo municipal.  

Como o próprio desenrolar dos fatos apresenta, a transferênciaradical de Curado não é nem de perto algo que pode ser avaliado como uma grandeaquisição para os pedetistas, ou um grande nome para compor a bandeira dotrabalhismo ideológico, pois, seria como se um Cristão se convertesse ao Islamismo.Uma farofada ideológica que fede a pragmatismo e oportunismo proporcionadopelas duas partes. Tanto do lado PDT/PC do B, que copia os métodos do petismode chegar ao poder a qualquer custo, quanto do outro lado, que travou umaintensa disputa para avaliar a melhor proposta antes de decidir desembarcar do barcogovernista, local onde ela sempre esteve.

 A desconfiança daspartes fez com que a ficha de filiação de Curado fosse assinada no inicio dasemana em São Luis, para que impossibilitasse qualquer mudança de ideia deultima hora.

As negociações_

Cutrim, ex-sarneysista, ao lado do comunista Rubens JR
A doutora Rosangela sentou-se com Roseana e com RicardoMurad, seu padrinho, e propôs suas substanciais conveniências à mesa; Agovernadora deveria convencer o prefeito Madeira a apoiá-la nas próximaseleições municipais. A resposta foi que esse pedido só dependia de Madeira, enão dela {Roseana}. Com isso restou-lhe o projeto dinista, que mais uma vezentrou em cena. A primeira intenção seria a filiação ao PSB, mas rumores edesacordos, que ainda pode mudar o caminho dos socialistas, fizeram com que oPDT fosse o partido escolhido.

Curado já tinha sentado com Edvaldo Holanda, presidente doPTC,  e colocado seu passe à mesa, ondena oportunidade, segundo fontes ligadas ao palácio Ravardiere, a Curado teriaoferecido sua “luva”.

A opção pelo PDT confronta todos os conceitos históricos eideológicos do partido, que aposta nos circunstancialismo proposto por forçasexternas ao próprio partido, sem respeitar filiados e até mesmo o projeto deCarlinhos, que tem arriscado sua cabeça em função do projeto comunista.

O fim do discurso_

Flavio Dino mais uma vez segue a cartilha petista de fazeracordos até mesmo com o diabo para chegar ao poder, como disse o ex-presidenteLula, uma vez. Ao aceitar o já excomungado ex-secretário de segurança publica eDeputado, Raimundo Cutrim,  -  denunciado por grilagem de terra, maior representantedo atraso na segurança publica do Estado, -  os dinistas enterram uma dezena de discurso contrários ao sistema atual.Tudo que não funciona no sistema de segurança foi construído ao longo dos anospor Cutrin, agora convertido ao comunismo.

A saúde do Estado é outro gargalo bastante criticado pelaoposição. O sistema de desvios e saqueamento da saúde no Estado éoperacionalizada pela rede de vampiragem da saúde no qual esse mesmo grupo queagora integra ao PDT sempre fez parte. Curado, que também é denunciada pordesvios de recursos do MS, até então era uma das operadoras do sistema dodeputado Antonio Pereira e Ricardo Murad, que ainda envolvem a fonte geradorade desvios dos recursos, a Oscip Bem Viver, que é investigada pela PoliciaFederal.

São as estrelas cadentes capturadas pela oposição paraservir de escada no objetivo intenso de chegar ao poder.


Resta saber se toda essa mistura vai valer a pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02


1 comentário

De Anônimo a 01.10.2013 às 19:11

Muito engraçada essa analise. O Madeira fez um pacto com o Sarney para se reeleger e tá tudo certinho. Sarney para você que não sabe, é aquele que é responsável pelo Maranhão ser o pior estado do Brasil em quase todos os índice sociais. agora o Madeira vai ter que apoiar o Ildão para deputado federal a mando da Roseana e os puxa saco não dizem nada. Diz aí analista o que você acha do apoio do Madeira ao Ildão pisada de porcão. E, como fica o Chiquinho Escório, o Pastor Porto e o Anderson Lago?




Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D