Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






A cidade de Imperatriz, segundo maior eleitorado Estado do Maranhão e também a segunda em arrecadação fiscal após a capital, está prestes a testemunhar uma das eleições majoritárias maisindefinidas da sua história em todos os sentidos e previsões.

Atualmente a cidade dispõe de 5nomes como pré-candidato a prefeito:  Aex sub-secretária do Estado Rosângela Curado (PDT), o ex-prefeito Ildon Marques(PSB), Delegado Assis Ramos (PMDB), Ribamar Cunha ou Ribinha (PSC) e oex-vereador Edmilson Sanches (PPL), são os nomes que deve estar disponível paraa avaliação popular, no entanto, pelo menos nos casos de Ildon Marques eRibamar Cunha, ainda podem haver surpresas que podem interferir diretamente nocenário atual. Vale lembrar ainda, que após a saída do Deputado Estadual Marco Aurélio(PC do B) e a adesão do governo à candidatura de RCurado e a entrada de RibamarCunha (Ribinha), ainda não possível compreender como o eleitorado deve secomportar com essas mudanças. Mas muito além disso, o cenário exposto noprimeiro parágrafo deve se consolidar mesmo com a definição do registro ounão do ex-prefeito Ildon Marques.

Ribamar Cunha (PSC) ainda aguardao anuncio do prefeito Sebastião Madeira e do PSDB à candidatura, o que aindapode afastar ainda mais as previsões das pesquisas, os institutos, neste caso,ainda deve aguardas para se ter uma visão mais clara dos cenários, visto que oPSDB ainda dispõe do pré-candidato Daniel Sousa em plena pré-campanha com pelomenos 3 visitas diárias, o que é um fator importante e deve ser considerado. A permanênciade Ribinha ou não, passa pela decisão de Sebastião Madeira.

RCurado (PDT), um pouco maisconsolidada, agora tenta se preocupar apenas com os debates internos entre ospartidos que cobram a fatia por conta da adesão do PC do B ao grupo queteoricamente tinha o nome do DEMOCRATA Esmeradson de Pinho como vice na chapa.


Os efeitos são muitos a cadadecisão dos grupos políticos que manobram sobre o processo democráticovindouro, no entanto, até o dia 5 de Agosto todas as indefinições e até umavisão mais clara desse cenário deve estar exposta ao eleitorado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D