Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desde a noite de domingo, 23 de novembro de 2014, a paciente Solange Climaco dos Santos, portadora de um aneurisma cerebral gigante, luta contra a morte na ala destinada a pacientes neurológicos do hospital público Dr. Carlos Macieira, aqui em São Luis, a espera de uma cirurgia inadiável.
A paciente que é de Imperatriz veio parar em São Luis por força de uma medida liminar deferida contra o Estado do Maranhão, depois que a coordenação do TFD (Tratamento Fora de Domicílio) estadual recursou fazer sua internação na Capital, para uma cirurgia de urgência, para tentar salvá-la de um aneurisma gigante.
Laudos médicos, expedidos por neurocirurgião de Imperatriz, revelam que se Solange Climaco não for imediatamente submetida a um procedimento cirúrgico especializado, de grande complexidade, realizado no Maranhão apenas em São Luis (referência), morrerá, inevitavelmente, nas próximas horas.
O advogado Paulo Sergio, amigo da família da vítima, explicou que a decisão judicial do juízo de Imperatriz garantiu o translado seguro e eficiente para São Luis da paciente Solange Climaco, com estrutura disponibilizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz. “Contudo, em São Luis o Estado descumpre a decisão, conservando a paciente num leito sem, no entanto, realizar o procedimento cirúrgico recomendado ao argumento segundo o qual falta material e que a compra importaria num alto custo para o Estado. Lamento, o Governo do Estado, nesse caso, faz, nitidamente, uma opção dantesca e inaceitável: conserva a paciente até a morte mas não age para salvá-la porque isso representaria uma despesa maior para o próprio Estado. Uma escolha criminosa, que atenta não apenas contra a decisão judicial, mas, sobretudo, contra o bem mais importante, a vida”.
Paulo Sergio disse que diante da flagrante omissão de socorro, os familiares conseguiram, já em São Luis, uma segunda liminar, através da Defensoria Pública. O diretor do Hospital Carlos Macieira e o Secretário de Estado da Saúde estão sendo procurados para cumprir a decisão judicial enquanto a paciente segue internada, aflita, atravessando as suas últimas de vida.
“Não tenho dúvida. Se Solange morrer os responsáveis são a governadora, o secretário de Saúde e o Diretor do Hospital por terem se recusado a realização de um procedimento que poderia salvá-la. É revoltante. Quando estamos diante de uma situação como essa é que percebemos que somos impotentes e que mesmo a força do Estado-Juiz não é capaz de deter a irresponsabilidade daqueles que tem o dever de assistir e garantir a saúde pública para o povo. 
Esse caso é emblemático. Dezenas deles devem acontecer na saúde de faz de conta do governo do Maranhão”, desabafou o advogado Paulo Sergio da Silva, dizendo que a última chance que resta a paciente é a divulgação dos fatos pela imprensa. “Quem sabe, assim, eles tomem uma iniciativa”, disse.
Solange Climaco dos Santos é servidora pública, tem dois filhos e há 20 dias descobriu que portava um gigante aneurisma cerebral.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D