Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






O Programa visa promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social

Em clima de festividade o primeiro Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Sul do Estado foi entregue nessa quarta-feira (03) à população de Imperatriz. Sendo um dos 7 empreendimentos a serem implantados em todo o Maranhão, Imperatriz garante cultura, esporte e lazer para as famílias do Bairro Bom Jesus, do habitacional Dom Felipe Gregory entregue no mesmo dia para 342 famílias e toda a vizinhança.

O CEU faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal em parceria com os munícipios, no qual visa promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social, com a oferta de ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistencias, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital, através de um espaço público conjugado por vários ambientes.

Em Imperatriz, o CEU tem 3.000 m², ou seja, um espaço enorme, com dois edifícios compostos por biblioteca, cineteatro/auditório com 60 lugares, telecentro, laboratório multimídia, salas de oficinas, espaços multiuso, pista de skate, quadra poliesportiva coberta, playground, pista de caminhada, equipamentos de ginástica e espaço recreativo.

Vale destacar que um dos grandes atrativos do local, também é a presença de um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), que acompanhará as famílias em situação de vulnerabilidade social, auxiliará a participação em programas sociais, bem como facilitará na inclusão e encaminhamento para outras políticas públicas. Este é o sexto CRAS implantado na cidade, o quinto do governo Madeira.

Os servidores lotados para o CEU que ainda não haviam conhecido o espaço, participaram do evento e ficaram impressionados. “O Centro tem um grandioso espaço físico, vai dar para fazer um excelente trabalho com as famílias e promover grandes projetos”, destacou a psicóloga Claudene Cardoso.

A gestão do empreendimento será realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) que tem como titular da pasta Miriam Ribeiro, que garantiu os melhores profissionais para o local, no sentido de que os espaços de esporte, cultura e lazer sejam bem aproveitados na promoção da inclusão e responsabilidade social, sobretudo em beneficio das crianças e dos adolescentes.

Rosangela Pereira Lima, de 38 anos e moradora do bairro, ficou emocionada com o espaço. “Além de ter realizado o sonho da minha casa, fiquei muito feliz com aquele espaço. Maravilhoso, amei o local, até chorei”, disse emocionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D