Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



eliziane (1).jpg

 

A deputada federal Eliziane Gama (PPS), avaliou nesta quarta-feira (20), na Tribuna da Câmara Federal como danoso o Projeto de lei que fragiliza a fiscalização e disciplina no uso de agrotóxicos.  

Na opinião da parlamentar, o Brasil precisa encontrar um equilíbrio entre sustentabilidade, saúde da população e desenvolvimento econômico, pois para ela os lucros não devem vir antes da saúde do povo em uma escala de prioridades.

“O simples fato de querer transformar a nomenclatura de agrotóxicos em defensivos fitossanitários é uma forma de atenuar o dano causado por um produto alterando apenas o nome e afrouxando a legislação sendo que o Brasil já figura entre os países que mais faz uso de agrotóxico”, enfatizou Eliziane Gama.

Eliziane lembrou que o setor agrícola brasileiro é responsável por gerar crescimento tanto econômico como social.

“Temos que fomentar ainda mais esse setor produtivo, mas nunca em hipótese alguma podemos fazer isso em detrimento da saúde das pessoas por isso esse PL 6299/2002 é tão danoso para o Brasil”, revelou a deputada maranhense.

A parte mais polêmica da proposta deixa o Ministério da Agricultura como responsável pelos novos registros de agrotóxicos. Atualmente, esse controle é do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária que põe o meio ambiente e saúde como prioridades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:57

brasil-poltiica-debate-eleitoral-brasilia-20180606

 

Jair Bolsonaro aparece à frente de seus adversários no Rio Grande do Sul. É o que mostra um levantamento inédito do Instituto Paraná.

Pela primeira vez, Bolsonaro bate Lula na corrida. O primeiro tem 28,1% dos votos, contra 20,5% do petista. Neste cenário, Ciro Gomes (6,9%), Marina Silva (6,9%) e Alvaro Dias (6,8%) estão empatadas na terceira posição.

Sem o ex-presidente na disputa, o caminho está ainda mais aberto para o deputado. Ele é preferência de 29,4%, contra 9,9% de Ciro Gomes e Marina Silva.

Como se não bastasse, 34,2% dos gaúchos revelam preferência de voto por um candidato apoiado por militares, contra 20% de alguém apoiado pelo empresariado e 17,3% com a chancela de Lula.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR- 03366/2018.

Pedro de Carvalho/radar online

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

O que ocorre com o PSDB nem o PSDB consegue explicar. Alckimin, candidato tucano, à partir da cúpula partidária, sintonizaram o discurso para tentar explicar o fracasso inicial, segundo revela o antagonista.Veja abaixo:

Com um dos índices mais baixos para um tucano em quase 30 anos, o PSDB tentou minimizar a pesquisa Datafolha que mostra Geraldo Alckmin com 7% das intenções de voto.

“O brasileiro, a maioria esmagadora do eleitorado, não está nem aí para a eleição neste momento (…).

O cidadão médio está preocupado em ter auxílio, melhorar no trabalho, achar emprego, jogar pelada no fim de semana. Eleição não está no cardápio de 90% dos brasileiros”, disse o deputado Marcus Pestana, secretário-geral do PSDB.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:28

Maioria do STF suspende voto impresso

por Holden, em 07.06.18

images7Ccms-image-000593497-1.jpg

 

Agência Brasil A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, há pouco, suspender o uso do voto impresso nas urnas eletrônicas durante as eleições de outubro. A Corte julga na tarde desta quarta-feira (6), pedido de liminar da Procuradoria-Geral da República (PGR) para impedir a impressão, criada na minirreforma eleitoral, em 2015.

Até o momento, votaram contra a impressão do voto os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski. A maioria entendeu que a impressão viola o princípio constitucional do sigilo do voto.

O julgamento continua para tomada dos votos restantes, dos ministros Celso de Mello e da presidente, Cármen Lúcia. O relator do caso, Gilmar Mendes, e Dias Toffoli, votaram pela manutenção do voto impresso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:55

zr_madeira-e1527598874307.jpeg

 

O secretário-Geral do PSDB no Maranhão, ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, voltou a comentar a situação do deputado federal Zé Reinaldo Tavares dentro do ninho tucano. Segundo Madeira, Tavares continua como candidato, mas a situação que vem causando com declarações de apoio à candidatura ao governo do Maranhão de Eduardo Braide (PMN) tem causado descontentamento entre os membros da legenda.

A O Estado, Madeira disse que Zé Reinaldo permanece pré-candidato a senador pelo ninho tucano, mas que poderá perder a posição se não se integrar ao projeto do partido. “O Zé Reinaldo permanece candidato. Isto somente poderá mudar se ele insistir na posição que tem tomado”, disse Madeira.

O secretário-geral do PSDB faz referência a posição que Tavares tomou de apoiar a candidatura de Braide ao governo mesmo seu partido tendo um pré-candidato a governador que é o senador Roberto Rocha.

Os reflexos desta crise ficaram evidentes na agenda de pré-campanha de Rocha no último fim de semana quando estavam os deputados Alexandre Almeida (que é pré-candidato ao Senado) e Waldir Maranhão (quer com as decisões de Tavares ainda sonha em ser o candidato a senador). O racha no ninho tucano se confirma com a agenda de ontem de Zé Reinaldo em Caxias que não teve a participação de qualquer dos pré-candidatos da chapa majoritária do PSDB até agora anunciada.

Segundo disse Sebastião Madeira, na verdade, desde quando reafirmou apoio a pré-candidatura de Eduardo Braide que Zé Reinaldo não voltou a conversar com a direção do PSDB.

“Não chegamos a conversar após a posição do deputado Zé Reinaldo. Ele não nos procurou para falar a respeito da polêmica que foi gerada”, afirmou o ex-prefeito.

Enquanto Madeira – que segundo Roberto Rocha, tem autoridade para falar pelo ninho tucano – critica a posição do deputado Zé Reinaldo, Tavares insiste na ideia de que antes de entrar na legenda, já havia dito que apoiaria a candidatura de Eduardo Braide. Entretanto, segundo o secretário-geral da sigla, qualquer pessoa que decidir entrar no partido fica subentendido que se integrará ao projeto da legenda.

“Quem quis entrar no PSDB é porque apoia o projeto do partido. Não precisa ser dito nada. Se Zé Reinaldo entrou no partido fica subentendido que ele aceita o projeto que passa pela candidatura de Roberto Rocha ao governo do Maranhão”, afirmou Sebastião Madeira.

O estado/do blog Gilberto Léda

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47

IMG-20180604-WA2688.jpg

 

Trabalhando firmemente no fortalecimento e ampliação de alianças pelo sul do Maranhão, a pré-candidata ao Senado Federal cumpriu uma extensa agenda no município de Balsas no início desta semana.

Eliziane conversou com lideranças religiosas, movimentos sociais, representantes do poder público onde na oportunidade apresentou seus projetos de campanha.

"Um dia muito produtivo em Balsas, numa região extremamente promissora que possui um movimento econômico forte que impacta todo o Maranhão, e nós entendemos essa importancia", destacou Eliziane.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

brasil-politica-ciro-gomes-20180427-0001-copy.jpg

 

O encontro do presidenciável Ciro Gomes (do PDT) com Beto Sicupira, considerado, segundo dados recentes, bilionário e um dos mais ricos do Brasil, é o início do aceno ou retorno à direita, revela radar online.

Porém, o 'aceno' de Ciro é apenas o retorno, nada tão estranho apesar de ter realizado os dois caminhos, no entanto considerado um processo raro.

Os gestos de Ciro já vinha sendo abordado por mim em diálogos próximas. Mas o que parece estranho pode também ser considerado a ‘tábua da salvação’ ou uma expertise do próprio candidato. 

Ciro é o único candidato com militância dos dois lados (esquerda e direita) uma tendência ao centro e diálogo possível com a esquerda [inclusive a simpatia dos petistas] a ter possibilidade eleitoral. E essa aproximação com os petistas seria o maior trunfo, visto que cooptaria a maior parte do voto “solto”, de Lula.

Ciro, por sua trajetória nos dois extremos, portanto, com a sensibilidade social e liberal, pode ser a saída para um governo de coalizão para o país.  

Agora é aguardar para ver até quando a habilidade de Ciro suportaria a pressão da esquerda por uma tomada de posição.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:34

Militantes petistas se reuniram na cede do partido em São Paulo, no final da tarde de hoje (27),e lançaram, oficialmente, a pré-candidatura de Luís Inácio (LULA) a presidente da República.

Este é o primeiro ato de vários que devem ocorrer em outros Estados, inclusive em Curitiba e Minas Gerais. Aliados discursaram principalmente em referência a outros nomes. "Não temos plano B, temos Lula candidato", afirmavam em tom unico. 

Lula se encontra preso na cede da Polícia Federal em Curitiba, o que impediu, naturalmente, sua participação no evento. O ex-presidente cumpre pena após condenação no caso do Triplex a 12 anos de prisão.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

987ac33d-43a6-4fe4-93cf-ba0cc77c1a09-1-256x300.jpg

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) desembarca na campital do Estado no proximo dia 16 de junho em evento onde deve lançar Maura Jorge áo governo do Maranhão e também a sua candidatura a presidente.

O anunio a da pré-candidata Maura Jorge em suas redes sociais.

“Vamos fazer desse primeiro evento um marco histórico, para que a segunda vinda de Bolsonaro seja o mais breve possível”, disse Maura Jorge.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:32

img1129.jpg

 

Exame.com

Genebra – O Comitê de Direitos Humanos da ONU rejeitou nesta terça-feira a solicitação da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que este órgão ditasse uma medida cautelar a seu favor para evitar que permaneça preso.

“Para que se peça a um Estado que se estabeleçam medidas cautelares se deve demonstrar que este está violando de forma irreparável alguns dos preceitos do Pacto e, se baseando na informação que Lula apresentou ao Comitê, não se demonstrou que estivesse em risco de sofrer um dano irreparável”, disse em declarações à Agência Efe uma das integrantes do Comitê, Sarah Cleveland.

A solicitação dos advogados a este órgão da ONU incluía um pedido para que o governo brasileiro impedisse o ingresso de Lula na prisão até que se esgotassem todos os recursos jurídicos, embora o ex-presidente esteja preso desde o último mês de abril.

Cleveland especificou que, embora o Comitê tenha rejeitado este pedido, Lula pode apresentar outra solicitação de medidas cautelares “se entende que há novos elementos que demonstram que vai sofrer um dano irreparável”.

O Comitê estuda desde 2016 uma denúncia contra o Estado brasileiro por suposta “perseguição judicial” de Lula.

No entanto, perante a iminente entrada na prisão do ex-presidente, seus advogados apresentaram uma solicitação de medidas cautelares, que o Comitê rejeitou, informação que hoje mesmo compartilhou com a defesa do ex-presidente e com o governo brasileiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

images7Ccms-image-000548613-1.jpg

Infomoney –  A menos de cinco meses do primeiro turno, a corrida presidencial ainda é uma grande incógnita, inclusive existem dúvidas se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá concorrer ao pleito mesmo sendo um “ficha suja”, tendo em vista sua condenação em segunda instância pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção no caso do triplex do Guarujá (SP). Se depender do ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Admar Gonzaga, os eleitores já podem esquecer essa possibilidade.

Em palestra na Abrig (Associação Brasileira da Atividade de Relações Institucionais e Governamentais) nesta terça-feira (22), Gonzaga colocou uma “pá de cal” na candidatura de Lula ao citar a jurisprudência do TSE sobre os registros de candidatura e o entendimento “claro” da Corte sobre a Lei da Ficha Limpa.

“O TSE é a primeira e única instância de registro das candidaturas presidenciais. Nem o STF está acima. E a resolução 23.458,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00

images.jpg

 O ex-presidente Lula, escolheu o dia 27 de maio para o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência em todo o Brasil. A informação foi repassada pelo deputado federal Wadih Damous (PT), que visitou o petista na manhã desta segunda (21) na condição de seu advogado.

O parlamentar afirmou à militância do acampamento Lula Livre, nos arredores da PF, que o ex-presidente pediu para enfatizar que no dia 27 o lançamento ocorrerá em cada cidade brasileira onde o PT está organizado.

“Pouco importa se em cada ato tenha 10 pessoas, tenha 5 pessoas, tenha 500 pessoas. O importante é o somatório em todo o Brasil de cada um desses atos, para deixar claro que o presidente Lula é o nosso candidato”, disse Damous.

O deputado também afirmou que Lula está bem-humorado, ainda que indignado. “Está bem abrigado, está bem agasalhado, tem praticado exercícios, está bem-humorado. Agora, é claro que ele está indignado.

Blog da cidadania

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

meirelles_temer_alckmin-868x644.jpg

BRASÍLIA E SÃO PAULO – O presidente Michel Temer (MDB) e o ex-governador Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB, voltaram a se aproximar e negociam um acordo que reunifique o centro político. Na proposta apresentada pelo Planalto, essa chapa presidencial seria encabeçada pelo tucano com o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) como candidato a vice. Alckmin analisa a ideia e, neste momento, seus aliados avaliam existirem muitos obstáculos para o acordo.

 Embora ainda se apresente como pré-candidato à reeleição, Temer admitiu a pelo menos dois interlocutores – um do MDB e outro do PSDB – que não deve concorrer a mais um mandato. O presidente avalia que a nova formação pode unir o centro político do País e evitar o isolamento do seu partido e de sua gestão no processo eleitoral.

A proposta de um palanque unificado ganhou corpo após a última pesquisa Datafolha mostrar Temer, que pode ser alvo de uma terceira denúncia da Procuradoria Geral da República, estacionado com 1% das intenções de voto. O bom desempenho do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa (PSB), que registrou 8%, também preocupa tucanos e emedebistas. Eles temem que ele ocupe o espaço do centro e avance sobre a centro-esquerda.

Leia matéria completa na Agencia Brasil

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:49




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D