Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Valéria Macedo, com crianças em Porto Franco
“No que se refere especificamente à criança e ao adolescente, em Açailândia bem como em toda a região, cresceu muito a violência junto a eles, uma vez que se trata de um dos municípios maranhenses de maior violência, principalmente  sexual, contra crianças  e adolescentes. Por tudo isso, Açailândia necessita de uma Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente, para que possa diminuir a impunidade dando mais oportunidade de denúncias pelas famílias dos menores e, dessa forma defender e garantir direitos, dignidade, respeito, segurança", diz Valéria.


Na semana passada a deputada estadual Valéria Macedo (PDT) protocolou na mesa da assembleia mais uma indicação no campo das políticas públicas. Solicitou à governadora Roseana Sarney, que adote as medidas legais e administrativas necessárias, com a maior brevidade possível, para a Implantação de uma Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente no Município de Açailândia.


Segundo a proposição da deputada, com mais de 50 bairros, segundo pesquisa recente, Açailândia é o município que mais cresce no Estado do Maranhão e um dos 500 maiores do Brasil (incluindo-se aí as capitais), consolidando-se, ainda, como uma das maiores economias do país. Nesse contexto, os crimes contra crianças e adolescentes também cresceram, no carece urgentemente de ações do Estado no combate e prevenção, ações que garantam direitos constitucionais adquiridos e proteção social.
 
“No que se refere especificamente à criança e ao adolescente, em Açailândia bem como em toda a região, cresceu muito a violência junto a eles, uma vez que se trata de um dos municípios maranhenses de maior violência, principalmente  sexual, contra crianças  e adolescentes. Por tudo isso, Açailândia necessita de uma Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente para que possa diminuir a impunidade dando mais oportunidade de denúncias pelas famílias dos menores e, dessa forma, possa defender e garantir direitos, dignidade, respeito, segurança e uma melhor qualidade de vida para as crianças e adolescente daquela cidade bem como de toda a região”, justificou Valéria.

Para Valéria, no entanto, não basta implantar uma delegacia e não dar as condições de funcionamento. É preciso dotá-la de delegado (a) titular, agentes, viaturas e condições de trabalho para que se possa realizar um trabalho à altura dos desafios de uma delegacia especializada.

“Esperamos não apenas a criação ou instalação formal da delegacia, mas também as condições para que de fato ela funcione, pois essa é uma reclamação que se ouve no que diz respeito as já existentes”, asseverou adeputada informando que espera uma resposta urgente do governo do Estado a implantação de uma delegacia especializada em açailândia beneficiará diretamente uma população estimada em 104.013 habitantes, segundo dados do IBGE, o que torna o pleito de grande importância social.  

(Assessoria)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:41





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D