.

.

27 maio 2017

João Lisboa realiza 1ª Conferência de Políticas para Mulheres


Nesta quinta-feira (26), na cidade de João Lisboa, foi realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Departamento de Politicas Públicas para Mulheres, a 1ª Conferência Livre de Políticas para Mulheres.

A programação que incluiu debates e palestras, foi realizada na sede do Templo da Igreja Assembleia de Deus, localizada no Centro da cidade. A Conferência voltada principalmente ao público feminino, foi aberta oficialmente pela Vice-prefeita, Maria do Nilson e pela Secretária de Assistência Social, Maria Edna. Estavam presentes mulheres da sociedade, funcionárias públicas, gestoras municipais, representados pela Secretária de Agricultura, Baixinha do Sindicato Rural e parlamentares, representados pela vereadora Irmã Fábia.
Vice-prefeita Maria do Nison representou
o executivo municipal

A Secretária de Ação Social, Maria Edna, fez um breve apanhado histórico sobre as mulheres de João Lisboa e relembrou prefeitas, vereadoras, quebradeiras de côco, parteiras que fazem parte da memoria da cidade e possuem contribuição social. "As mulheres deram e dão sua contribuição a história dessa cidade" destacou a secretária.

A Coordenadora do Departamento Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Magilda Barros, Formada pela Secretaria Estadual de Politicas para Mulheres, com Orientação Técnica para estruturar o setor, explica que a Conferência tem o  objetivo de abrir um espaço de discussão de políticas publicas direcionada a mulher, onde são debatidos todas as ações governamentais que podem ser destinadas a mulher, nas áreas de saúde, educação, assistência social, agricultura, e em todos os setores da sociedade e do Sistema público, principalmente.

Dra Karla Katiana realizou a palestra sobre saúde da mulher
Para a coordenadora da Vigilância Social e Assistência Social, Maria da Conceição, as mulheres reconhecem o avanço nas politicas publicas voltadas, mas destaca que este é um momento de reflexão e de debate sobre essas ações. No entanto, a coordenadora faz um alerta: "...as mulheres precisam se organizar e participar mais; conhecer e buscar seus direitos, e realmente entender todo esse processo de empoderamento que nós mulheres estamos conquistando a cada dia", completou.

Durante a programação foram realizadas palestras sobre "Saúde da mulher", com a Dra. Karla Katiana - Clinica Geral, conferencista - os cuidados que  a mulher deve tomar com relação ao câncer de mama e cólo do útero e a prevenção através de exames periódicos.




PORTO FRANCO: Documentos são relativos a Prestação de Contas/2016 e não da prefeitura, esclareceu ex-prefeito.

       
Diferente dos fatos apresentados pela assessoria do atual prefeito de Porto franco, pessoas ligadas a antiga gestão não foram conduzidas e também não ouve apreensão de documentos, como foi arquitetado. 
O ex-prefeito, Aderson Marinho (o Adersinho), esclareceu todo o imbróglio que envolveu seu nome nas redes sociais onde relatavam uma condução à delegacia, no entanto, documentos da sua prestação de Contas do exercício 2016 teriam sido confundidas com documentos de propriedade da prefeitura. 
Aderson Marinho foi convidado a depôr.
O fato ocorre pelo segunda vez consecutiva, quando um ex-contador da prefeitura de Porto Franco também foi conduzido, no entanto, os fatos reais são diferentes do publicado propositalmente pela assessoria do prefeito atual com intuito de desviar a atenção para o desastre que virou a gestão de Nelson Horácio, relata Adersinho.
Adersinho publicou uma nota no final da tarde de ontem (26) onde esclareceu o ocorrido.

Veja a nota abaixo:

MA-PORTO FRANCO /NOTA DE ESCLARECIMENTO

"A atual gestão municipal de Porto Franco-MA, em decorrência de sua incompetência de administrar o município e também pelo fato da grande desaprovação que a mesma tem perante à população, tem tentado desde o início de seu governo, jogar a culpa de seu fracasso, na gestão anterior e no grupo político que administrava Porto Franco". Vamos esclarecer alguns fatos;

1- A atual gestão tentando tirar o foco de sua incompetência fez denúncias e tem pressionado a polícia civil para realizar operações atrás de supostos documentos referentes a gestão passada e que os mesmos precisam ser usados pelo ex-prefeito Adérson Marinho Filho para fazer sua Prestação de Contas referente ao ano de 2016, portanto é um assunto tocante à documentos de prestação de contas e não tem qualquer ligação com nenhum desvio de recurso público ou algo do tipo.

2 - Membros da atual gestão tem soltado versões distorcidas e mentiras infundadas pelas redes sócias, tentando confundir a cabeça da população e desviar o foco dos acontecimentos recentes que tem rachado o grupo com o abandono de secretários e vereadores da atual gestão.

3- Em nenhum momento a casa do Ex-prefeito e Deputado Federal Deoclides Macedo, recebeu visita da polícia ou da justiça, isso não passa de uma grande mentira contada por aqueles que sempre estiveram ao lado da calúnia e difamação contra as pessoas de bem deste município.

4- Diante das denúncias realizadas pela atual gestão, a polícia está averiguando e fez algumas vistorias hoje pela manhã (ontem/26) e convidou o ex-prefeito Aderson Marinho para dar alguns esclarecimentos sobre as supostas denúncias, fato que não incrimina em nada o ex-prefeito, tudo está sendo esclarecido e em breve daremos mais informações. 

PT apontou Caio Fábio como criador do "dossiê Cayman" - Pastor foi preso na quinta-feira (25)

Da Redação JM Notícia

Nesta quinta-feira (25) o reverendo Caio Fábio foi preso em Brasília após decisão da Justiça sobre o chamado “Dossiê Cayman” que foi divulgado em 1998 causando grande impacto na política brasileira.

Caio Fábio foi apontado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) como o criador de uma série de documentos que afirmavam que o então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, e outros políticos do PSDB mantinham contas secretas nas Ilhas Cayman.
Acusado de calúnia, o religioso foi condenado em 2011 na 1ª instância pela Justiça Eleitoral, a quatro anos de prisão, mesmo sendo inocentado pelos depoimentos das vítimas.

Ao que parece o caso ou foi reaberto, ou passou para outras instâncias, e hoje Caio Fabio foi levado para a Papuda, onde cumprirá o regime semiaberto.

Segundo um áudio feito pelo próprio reverendo, ele mesmo se apresentou e seu advogado não entrou – até o momento do áudio – com nenhuma ação contra a decisão judicial.

“Eu mesmo estava absolutamente certo de que este era um processo vencido há muito tempo e acabado. Então com muita tranquilidade eu gostaria que vocês informassem ao pessoal da igreja o que aconteceu”, disse ele que lidera a igreja Caminho da Graça.

26 maio 2017

Valéria Macedo realiza audiência pública na defesa da construção do HGM para policiais e bombeiros


A deputada Valéria Macedo (PDT) realizou uma audiência pública na última quarta-feira (24), no auditório Fernando Falcão, da Assembleia, sobre a necessidade da construção e estruturação de um Hospital Geral da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado do Maranhão (HGM) e um Centro Integrado de Assistência Médica da Polícia Militar da Região Tocantina.

“Esta audiência pública é um marco na história da PM e do Corpo de Bombeiros do Maranhão, e acredito que contaremos com o apoio do governador Flávio Dino e de todos os deputados e deputadas desta Casa, uma vez que os policiais militares e policiais do corpo de bombeiros do Maranhão merecem e precisam de um Hospital Geral, devidamente equipado com recursos materiais, financeiros e humanos. Vocês militares têm lutado muito e se mostrado uma categoria unida e organizada e muito forte. Esse é um projeto que visa beneficiar todos os membros dessa corporação militar, ativos, inativos e os seus dependentes” ressaltou.

Segundo a parlamentar o HGM deverá ser construído em área própria da Polícia Militar, situada no mesmo espaço no qual se encontra o Comando Geral da PM, no bairro Calhau. Deverá iniciar como um hospital para atender serviços de média complexidade.

O comandante da Polícia Militar, o coronel Frederico Gomes Pereira participou da audiência e ressaltou que o evento foi positivo. 

“Temos um governador e um secretário de Segurança Pública no Estado que têm uma visão positiva sobre essas questões sociais e também sobre as questões de saúde, então podemos trazer este tema, porque o governador Flávio Dino é um homem sensível a esta causa. Temos que ter um tratamento diferente. E isto não significa privilégio, mas o reconhecimento da missão que temos por dever cumprir, que é a de garantir a vida de cada cidadão. Essa é uma atividade que nos impulsiona ao perigo”, defendeu o comandante.

O diretor da Diretoria de Saúde da Polícia Militar no Maranhão, coronel Alberto Nasser se emocionou em seu discurso, quando defendeu a construção do hospital no estado. “Saúde é fundamental. É questão de honra. Os policiais militares adoecem. Ainda operamos de maneira jurássica. Temos hoje um Governo sensível à nossa causa, que é uma causa nobre. Hospital para os militares não é só uma necessidade, é uma prioridade. Vamos tirar isso do papel. Devolva-nos o nosso hospital de volta”.

O Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto Araújo também defendeu a necessidade de um hospital para atender os militares. “Tivemos no passado e precisamos resgatar porque cada dia mais sentimos falta”, frisou.

Durante a audiência foram exibidos vídeos com depoimentos de militares reivindicando a construção do hospital e mostrando a estrutura deficiente do atendimento de saúde de que dispõem hoje e, também, em contraste, a experiência do Hospital Dirceu Arcoverde da Polícia Militar do Estado do Piauí, considerado referência no Nordeste.

Centenas de integrantes de todas as patentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militares lotaram as dependências do auditório Fernando Falcão, seguramente a maior audiência pública da categoria na Alema. Como debatedores do tema, somaram-se à Valéria Macedo os deputados Levy Pontes (PCdoB), que é médico, militar reformado e presidente da Comissão de Saúde, Wellington do Curso (PP), ex-militar do Exército, Cabo Campos (DEM), militar licenciado, Vinicius Louro (PR) e Eduardo Braide (PMN).

O Deputado Estadual Levi Ponte (PCdoB) comprometeu-se de plano com o projeto da construção do hospital, fez um histórico de sua participação como médico e membro da corporação no hospital militar que fora fechado, manifestou-se que a idéia de aproveitar o hospital dos servidores não é uma boa idéia, pois isso já foi tentando e não deu certo.


ENCAMINHAMENTOS PRELIMINARES

Dentre outros, foram feitos os seguintes encaminhamentos: a) Criação de um Grupo de Estudo Interinstitucional (GTI) com membros do Gabinete da Deputada Valéria Macedo, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, para elaborar uma proposta que contemple questões como financiamento, custeio, quadro de pessoal, tipos de serviço, levantar dados demográficos sobre a corporação, conhecer outras experiências e visitar os deputados para pedir apoio; b) Articular reunião e mobilizar a bancada de deputados e deputadas estaduais solicitando destes que assinem um Termo de Compromisso e de Destinação de Emendas para construção do HGM, inclusive destinando emendas parlamentares já de 2017; c) que o gabinete da Deputada Valéria Macedo oficie aos Comandos Geral da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros solicitando destes dados que indiquem quantitativos de pessoal ativo e inativo das respectivas corporações, sendo que estes ficaram com a responsabilidade de levantar e fornecer ao gabinete da deputada; d) Levantar junto ao Governo do Estado do Maranhão o Projeto-padrão de Hospital de 50 leitos para aproveitamento ou adaptação para o futuro HGM; e) promover reuniões com a Bancada Federal do Maranhão no Congresso Nacional para discutir a proposta de construção do HGM e buscar emendas parlamentares. Ao final dos trabalhos, a deputada Valéria Macedo e a Comissão Interinstitucional encaminhará todo o projeto ao Governador Flávio Dino para providências necessárias a construção do HGM. 

O Comandante do Corpo de Bombeiros também defendeu a necessidade de um hospital para atender os militares. “Tivemos no passado e precisamos resgatar porque cada dia mais sentimos falta. A vigilância Sanitária fechou o pequeno hospital que tínhamos, na Avenida Kennedy. Conquistarmos um outro só depende de nossa união”, frisou.

Servidores terão R$ 240 de vale, além dos 6,29% de reposição

            

Os 8.300 servidores efetivos da Prefeitura de Imperatriz, de todas as categorias, recebem, a partir deste mês, R$ 240,00 de vale-alimentação, além de uma reposição linear de 6,29% que foi o índice inflacionário de doze meses apurado em abril passado.O fechamento dos salários da Educação, que já se deu em maio, quando índice de reposição seria na casa dos 4%, também foi de 6,29%, concedido pelo prefeito Assis Ramos e aprovado, ontem, por 12 votos a 2 da Câmara de Vereadores.


            Mesmo cercado do por todas as dificuldades da maior crise financeira da história do País e ainda sufocado pelas contas de mais de R$ 40 milhões herdadas da gestão anterior, o prefeito Assis Ramos proporciona aos servidores da Prefeitura vantagens que se sobrepõem às perdas inflacionárias do período. Para quem tinha a data-base em abril, a reposição seria de R$ 6,29%: foi dada integralmente. E para os salários realinhados em maio, da Educação, o índice de reposição seria menor, com a queda vertiginosa da inflação, mas o prefeito mandou que se desse a reposição de forma igual, ou seja, 6,29%, o que foi aprovado, ontem, pelo legislativo municipal.

            O grande diferencial se dá no aumento real dado no vale-alimentação. Em janeiro, quando Assis Ramos assumiu a Prefeitura, eram três os níveis dessa gratificação: R$ 90 para administração em geral, R$ 130,00 para servidores da Saúde e R$ 215,00 para os da Educação. De imediato todos os vales foram realinhados para R$ 215,00.

            A decisão do prefeito, para vigorar a partir deste mês de maio, seria para que o vale-alimentação, de forma isonômica, passasse para R$ 230,00. “Fazendo um esforço a mais melhoramos esse vale para R$ 240,00. Até o dia 10 de junho estaremos pagando esse novo valor a todos os servidores efetivos”- informou José Antonio, Secretário da Administração.

            Em janeiro, quando assumiu, o vale-alimentação da Administração estava atrasado em 6 meses e o da Educação em um mês. Assis Ramos acertou para parcelar esse atraso, pagando assim a conta deixada pela gestão anterior.


            Com relação à Educação, o desembolso da Prefeitura, para complementar os repasses do FUNDEB, vai agora a R$ 25 milhões anuais de MDE (Manutenção e Desenvolvimento do Ensino), que é a parte obrigatória dos 25% que a Prefeitura tem que suplementar, mais cerca de R$ 14 milhões que a Prefeitura passa a investir por iniciativa própria para manter nos níveis aprovados os salários dos educadores.

Em menos de um ano Zeziel agora é outro...


O vereador de Imperatriz, Zeziel Ribeiro (PSDB) votou contra o aumento dos professores de 6,29 e vale de R$ 240,00 proposto pela prefeitura. Quando era Secretário Municipal de Educação, propôs valores parecidos, dentro da meta fiscal do governo no qual fazia parte. Naquela época os professores entraram em greve e quase virou um caos a educação municipal. 

Agora Zeziel é candidato a Deputado Estadual e as contas públicas que fazem a prefeitura propor aumentos dentro do previsto não foram motivos para o parlamentar defender o que antes acreditava.

É o Zeziel secretário e o Zeziel candidato.


Governo entrega oito ambulâncias para reforçar sistema de saúde no Maranhão



O governador Flávio Dino realiza nesta sexta-feira (26), a entrega de mais oito ambulâncias para cidades maranhenses. Os veículos, doados pelo Governo do Estado às prefeituras, representam um reforço à saúde nos municípios, garantindo o transporte seguro e adequado entre as unidades de atendimento. O evento será às 11h, no Salão de Atos do Palácio dos Leões.

Nesta nova etapa de entregas serão beneficiadas as cidades de Nova Iorque, Lajeado Novo, Pedro do Rosário, Boa Vista do Gurupi, Feira Nova do Maranhão, Arari, Grajaú e o Hospital do Câncer (Rede Estadual).

O Governo investe R$ 160 mil por cada unidade entregue – adquiridas por meio de emenda parlamentar e recursos do Tesouro Estadual. O equipamento pode ser utilizado como unidade básica ou Unidade de Suporte Avançado (USA) e são equipadas com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio – em caso de atendimento fora do veículo, respirador, monitor cardíaco, desfibrilador e medicamentos. Possuem também sistema de monitoramento contínuo, para prestar socorro a pacientes potencialmente graves ou com descompensação no sistema orgânico.

O objetivo é entregar ambulâncias aos 217 municípios do Maranhão. Com as novas entregas, o Governo chegará à marca de 70 veículos já disponibilizados.

21 maio 2017

off por uns dias...

O blog vai ficar off line esses dois dias. 

Perdi um irmão, mas ganhei uma estrelinha no céu. 


DIOCESE DE IMPERATRIZ PROMOVE O ADESIVASSO DE CORPUS CHRISTI


Neste sábado(20), aconteceu na avenida Dorgival Pinheiro no período de 08 as 12 hs, o PIT STOP para adesivar com a log de Corpus Christi, centenas de veículos que passaram no corredor formado pela comissão organizadora. 

Dom Gilberto Pastana, mesmo em Crato, fez questão de enviar sua mensagem de incentivo e bênçãos aos católicos de Imperatriz. O Administrador Diocesano, Pe.Francisco Lima, também deixou sua mensagem, parabenizando todos que estavam na avenida com o sol a pino, mas sem perder a alegria.

Pe.Elisvaldo e os grupos da Diocese, jovens da CASF, Shalon, RCC, Terço dos homens, Divina Misericórdia e voluntários da Casa do Senhor, participaram deste importante momento de divulgação da Solenidade de CORPUS CHRISTI.

Mauricio/assessoria

20 maio 2017

Jairo Madeira participa da entrega da reforma da Uema Sul em Imperatriz

Prefeito de joão Lisboa acredita que este é um novo momento para a educação superior na Região Tocantina.

O prefeito de João Lisboa, Jairo Madeira e o Secretário de Educação, Davison Sormanni, participaram na manhã de sábado (20), em Imperatriz, da entrega da etapa principal das obras de reforma e ampliação do campus da Universidade Estadual da Região Tocantina (Uema Sul), realizada pelo governador Flávio Dino.

A solenidade foi realizada no prédio da UemaSul, onde também foram assinadas a ordem de serviço para a construção de novo Campus para os universitários imperatrizense e anunciada a nova etapa do Programa Mais Asfalto.

Para a reitora da Uema Sul, professora Elizabeth Fernandes, "É a materialização de um sonho de muito tempo, de pessoas que queriam e desejavam muito esta universidade. E essa autonomia vem junto com um grande desafio de fazer um desenvolvimento regional. Nós somos a primeira universidade estadual do Maranhão com foco no desenvolvimento regional. São 22 municípios que estão na área de abrangência, alguns com IDH que precisam ser trabalhados e a função da universidade é para mudar justamente esta realidade", completou.

Ainda estiveram presentes a comunidade acadêmica, professores, sociedade, políticos, prefeitos dos municípios de Campestre, Buritirana, Imperatriz e dezenas de municípios, além de Deputados Estaduais Marco Aurélio, Valéria Macedo, Leo Cunha e Antonio Pereira e do Deputado Federal, Deoclides Macedo.

O prefeito Jairo Madeira, que é professor, avalia que a Uema Sul trará mais oportunidades para os jovens estudantes que desejam ingressar em uma universidade pública. "Em breve o governo do Estado promete que irá em todos os municípios da Região Tocantina realizar um levantamento de demandas e cursos e joão lisboa também faz parte deste novo momento da educação do Maranhão", completou.