21 julho 2016

Governo investe em educação de qualidade e profissionalização para fortalecer juventude

Garantir educação de qualidade, ampliar as oportunidades e assegurar a autonomia da população jovem do Maranhão tem sido uma preocupação do Governo do Estado desde o primeiro dia desta atual gestão. Para beneficiar a juventude, que representa 30% da população maranhense, segundo dados do IBGE, o governador Flavio Dino implementou diversos programas para assegurar formação e ensino de qualidade. Como resultado, o estado terá uma nova geração, de profissionais qualificados, com emprego, renda e conhecimento para melhorar as suas vidas e o Maranhão.
Para o governador, só assim serão possíveis dias melhores e com mais igualdade social. “A juventude é o presente e, sobretudo, o futuro. Nós estamos investindo em educação e na juventude para alcançar melhores condições, para que crianças, adolescentes, jovens e adultos possam vislumbrar caminhos melhores no amanhã”, defende Flávio Dino 
As reformas sistemáticas de escolas públicas, os programas CNH Jovem, que concede carteira de habilitação gratuita, e o Pré-Universitário (PreUNI) - curso preparatório gratuito a jovens e adultos, focado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), então no rol de ações implementadas pela gestão para melhorar a vida de jovens maranhenses. Como estes, outros programas foram lançados pelo Governo do Estado para fortalecer o campo da Educação, da Educação Profissional e da oportunidade de emprego, que evidenciam a preocupação da gestão em solucionar a vulnerabilidade social por meio da educação e de mais oportunidades. 
Um dos principais desafios, nesta missão, tem sido incrementar a educação do Maranhão no patamar de qualidade. O que, segundo o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, tem sido conseguido. “Há muito desafios, mas o governo está empenhado em dotar as escolas de condições dignas para ofertar uma educação de qualidade, com professor em sala de aula, estrutura adequada e gestão democrática e participativa”, destacou.
Escola digna
Mudar a qualidade da educação perpassa, necessariamente, na garantia de escolas estruturalmente boas. As salas de aulas amplas, com carteiras e quadros novos, banheiros novos e acesso a computadores e materiais escolares propiciam um melhor dia a dia de alunos e professores. No entanto, no Maranhão, colégios feitos de taipa, com cobertura de palha e salas improvisadas, são mais comuns do que se imaginam. É por isso que o Governo do Estado está investindo mais de R$ 15 milhões na construção de 50 escolas de ensino fundamental do ‘Programa Escola Digna’.
A primeira Escola Digna foi entregue pelo governador Flávio Dino no dia 15 de julho. No povoado de Muriçoca, a 40 km do município de Fortaleza dos Nogueiras, o Centro de Ensino Pedro Álvares Cabral atendia 42 crianças que se abarrotavam em uma única pequena sala de aula. Lais Araujo tem 12 anos e é aluna da escola. “Antes, estudar aqui era muito ruim, muito dificultosos, agora com essa nova escola, vai ser muito melhor. Antes aqui não tinha geladeira, não tinha banheiro, agora estão melhorando muitas coisas”, relatou, animada, a adolescente.
As obras do Programa são financiadas com recursos do Governo do Estado, com empréstimos junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e por emendas parlamentares. Uma parte do programa será realizado com recursos de parceria com a iniciativa privada. Empresas como a Agroserra, Cemar, Mateus, Mazan, Parnaíba Gás Natural e Suzano vão adotar, ao todo, 13 novas escolas a serem construídas.

No total, serão construídas 300 novas escolas em todas as regiões do Maranhão a partir do Programa Escola Digna. Este ano serão 150 e em 2017 mais 150. O Governo também está reconstruído 63 escolas com recomposição do telhado, parte elétrica, instalação de ar condicionado, forro, piso, revestimento nas paredes, construção de novos banheiros, reforma de auditórios e refeitórios.
CNH Jovem
Coordenador pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), o Programa possibilitou, no ano passado, que 2 mil jovens de até 21 anos que fizeram todo o Ensino Médio em escolas públicas tivessem acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias A, B ou AB. O programa arca com todos os custos, desde os cursos teóricos até a emissão da CNH.
Em 2016 terá a ampliação de 50% das vagas oferecidas, atingindo muito mais jovens, como o estudante Willian Robson, 19 anos, de Imperatriz, primeiro a receber a CNH através da primeira etapa do programa. Ao agradecer a iniciativa, ele defendeu que com carteira de motorista em mãos é possível buscar um novo posicionamento no mercado de trabalho, uma vez que o Registro Nacional de Carteira de Habilitação é pré-requisito em diversas seleções de emprego. “Agradecemos ao Governo do Maranhão por lembrar dos jovens e desenvolver iniciativas que nos contemplam”, disse Willian Robson.
Aulões do Enen
O sonho de ingressar no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ficou mais próximo da realidade para milhares de jovens maranhenses. Os ‘Aulões do Enem’ são megarrevisões gratuitas voltadas para os alunos que estão terminando ou já concluíram o Ensino Médio e pretendem ingressar em uma universidade. Tem sido realizado, desde o ano passado, na capital e em diversas cidades do interior do estado.
Coordenado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Aulão do Enem iniciou, este ano, em julho e segue até outubro em cerca de 60 municípios, beneficiando estudantes de todas as regiões do estado. As megarrevisões fazem parte do Programa Pré-Universitário (PreUNI) e têm dentre seus objetivos democratizar o acesso ao Ensino Superior, atendendo estudantes como Dadyjane Pinheiro, que participou do Aulão em Bacabal, no último fim de semana: “No momento, meus recursos são poucos para pagar um cursinho preparatório, essa oportunidade que o Governo do Estado está nos proporcionando é maravilhosa, farei de tudo para realizar uma boa prova e ter minha aprovação”.
Cidadão do Mundo
Agora, a realização do sonho de estudar uma língua estrangeira no exterior não é mais privilégio somente de famílias que têm condições de manter uma vida lá fora. O programa ‘Cidadão do Mundo’, iniciativa pioneira e inédita do Governo do Estado, através da Secti, tem o objetivo de capacitar alunos de 18 a 24 anos para que eles possam alcançar domínio funcional das línguas inglesa, francesa e espanhola em um país que tem um desses idiomas como língua oficial e usual. Isto, custeado pelo poder público.
A estudante de Psicologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Yasmin Barros, está a caminho de Toronto, no Canadá. “É uma ótima oportunidade. Talvez não conseguisse em momento algum da minha vida por conta da condição financeira da minha família. Eu espero aproveitar bastante o momento que vou vivenciar graças ao Governo do Maranhão. É um sonho que está se tornando realidade”, relatou, ansiosa, Yasmin.
Na primeira etapa do programa ‘Cidadão do Mundo’ foram beneficiados 23 alunos. Até embarcar para o exterior, eles participaram do curso de Imersão em Línguas e de atividades como reuniões de pré-embarque. Deste grupo, 17 seguiram para Buenos Aires, na Argentina, e seis para Montpellier, na França.
Para 2017, estão sendo ofertadas 70 vagas, sendo dez para francês, 30 para inglês e 30 para espanhol. Serão selecionados 120 candidatos para concorrer às vagas de inglês, 120 candidatos para concorrer às de espanhol e 60 candidatos para concorrer às dez vagas de francês. As inscrições seguem abertas no sitewww.secti.ma.gov.br/cidadaodomundo.

Unidade Móvel de Oncologia atende moradores do bairro Beira-Rio


A exposição excessiva ao sol pode provocar o envelhecimento precoce e o surgimento do câncer de pele neste período de veraneio em Imperatriz. O alerta é do médico oncologista Gumercindo Milhomem, da Unidade Móvel de Oncologia, que está prestando atendimento à comunidade do Bairro Beira-rio.
“Vai começar agora a Praia do Cacau, período de veraneio que as pessoas se expõem mais ao sol, principalmente as crianças, fato que iremos enfatizar mais essa prevenção desse tipo de câncer, sendo o mais comum entre homens e mulheres”, disse ele, ao enumerar que existe uma estimativa para esse ano de mais de 175 mil novos casos de câncer de pele no Brasil.
Ele aconselha que “se a pessoa apresentar lesões ou suspeitas de câncer de pele na fase inicial deve procurar imediatamente atendimento na Unidade Móvel de Oncologia no setor Beira-rio”. “Os procedimentos iniciais são a realização de exames e biopsia para detectar na fase inicial”, frisa.
O médico Gumercindo Milhomem explica que uma das missões da Unidade Móvel de Oncologia é de identificar, ainda na fase inicial, o diagnóstico de câncer no paciente. 
Segundo ele, o município já realizou mais de 400 procedimentos de câncer de pele desde o surgimento do projeto da unidade móvel em 2013. “Desse percentual, 50% dos casos foram resolvidos na própria unidade móvel, sem a necessidade de internação do paciente, com a realização de uma pequena cirurgia com a retida da lesão. E, posteriormente, o tratamento no centro de saúde Três Poderes”, conta.
Documentação – O médico informou ainda que a comunidade do bairro Beira-rio poderão se deslocar até a Unidade Móvel levando um documento de identificação [carteira de identidade ou CNH] e o cartão SUS (Sistema Único de Saúde).
Gil Carvalho [ASCOM]

20 julho 2016

Comitê de Combate ao Caixa 02 é lançado em Imperatriz



Em seguida, foi ministrado um seminário sobre Direito Eleitoral.
            Na tarde dessa terça-feira (19), a OAB Subseção Imperatriz recebeu a Itinerância Eleitoral da Seccional Maranhão, que realizou o lançamento do Comitê de Combate ao Caixa 02 no município. A atividade faz parte de uma ação conjunta que visa fiscalizar e receber denúncias de irregularidades nas campanhas municipais, garantindo, dessa maneira, eleições mais limpas.
            Fizeram parte da solenidade de lançamento a diretoria da OAB Imperatriz, representada pelo presidente, Heleno Mota, e a vice, Celma Baiano, o secretário geral da OAB-MA, Adailton Bezerra, representando o presidente, Thiago Diaz, além de autoridades do poder legislativo e judiciário.
Para trazer as novidades implementadas pela minirreforma eleitoral, logo após o lançamento houve um seminário sobre a temática. Um dos palestrantes foi o advogado e presidente da comissão de Juizados Especiais da OAB-MA, Mauro Ferreira. Segundo ele, este ano serão aplicadas as leis de 2013, que não entrou em vigor nas eleições gerais de 2014, e a reforma empreendida em 2015.
Mauro afirma, ainda, que todos devem estar atentos para as novas regras, principalmente os advogados e representantes do Ministério Público. De acordo com o advogado, os candidatos que estiverem dentro da regularidade terão vantagem. “As novidades trazidas vão limitar por demais as ações de candidatura de cada candidato, cada pré-candidato. Portanto, aquele que souber das regras, vai sair, e muito, na frente da disputa eleitoral”,
Atentos a isso, muitos pré-candidatos e assessores políticos participaram da discussão. Para a advogada Thais Nogueira, ações como essa ratificam o papel da Ordem. “A OAB também é um órgão fiscalizador, e, como tal, tem que instruir toda a população que tem interesse no tema, para que não cometa crimes eleitorais, fraudes. Haja vista que agora houve a minirreforma da lei, é necessário que todos tomem conhecimento do que pode e o que não pode. Esse esclarecimento é muito válido”, afirma.
Campanha
            A campanha de combate ao Caixa 02 é  fruto de uma parceria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB), com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.
            No Maranhão, a OAB instalará 15 comitês, que atuarão diretamente no pleito deste ano. Os comitês serão responsáveis por receber denúncias via telefone, pelo WhatsApp da Cidadania (98 99140 26 21), e, também, em canais online, como o site da Seccional Maranhense (www.oabma.org.br) e pelo e-mail cidadania@oabma.org.br. Até agora, já foram criados filiais do comitê nas cidades de Timon, Codó, Caxias e Imperatriz.

Uma Imperatriz para os próximos 4 anos...



Após quase 8 anos de governo do atual prefeito Sebastião Madeira (PSDB), o eleitorado imperatrizense terá a sua frente uma das eleições mais disputadas e ainda indefinidas da sua história. Mas a mercê, porém, está saber entre as propostas dos pré-candidatos a prefeito, qual deverá ou deve satisfazer mais a necessidade ou interesse da população, ou  - Qual a Imperatriz que queremos e teremos para os próximos 4 anos.

Em meio a uma grave crise econômica Nacional, a cidade de Imperatriz ainda dispõe de números que favorecem e ainda mantém a economia pujante, apesar de todas as dificuldades.

Imperatriz é uma cidade que possui mãos e pés próprios, noutros tempos era praticamente impossível estabelecer o grau de contribuição do poder publico municipal no crescimento da cidade, o que se via, nesse sentido, era uma euforia natural, um mercado no qual sua posição territorial e o consumo favoreciam e ainda favorecem o empreendedorismo e consumo como berço de distribuição de regional.

A cidade está prestes a mudar os rumos através de quem Imperatriz (essa metrópole regional) possa guiá-la com carinho e responsabilidade. Independente de quem as conduza, algumas prioridades sociais clamam à existência e deve ser estabelecida de forma prioritária afim de alavancar áreas pouco ou nunca exploradas. A cultura, por exemplo. O incentivo a produção artística, o artesanato e principalmente a capacitação profissional para jovens e adultos mais próximos da realidade que assombra boa parte das periferias e bairros mais afastados: a falta de renda familiar ou ausência de capacitação para inserção profissional, em decorrência, principalmente, do abandono escolar prematuro.  A ausência do poder publico nesse ‘nicho’ excluindo ainda é factual e pouco debatido.

No dia a dia em nossa leve experiência administrativa podemos verificar de um lado um mercado ainda ocioso e ausente de profissionais e do outro uma massa de excluídos sem qualquer chance de capacitação que seja adequada e de acordo com a demanda do nosso mercado regional.  É preciso um olhar ambicioso em um projeto de inclusão social e formação profissional que venha atingir todas as faixas etárias.   

Imperatriz vai precisar para os próximos anos de sentimento, de responsabilidade política administrativa e também de olhos e ouvidos para àqueles que mais necessitam das mãos poderosa do Estado.



19 julho 2016

Governo do Maranhão transforma vida de imperatrizenses com investimentos na saúde




Uma série de investimentos realizados pelo Governo do Estado na área da saúde, em Imperatriz, já apresenta resultados positivos na vida dos moradores da região Tocantina. Entre as ações, implementadas por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), estão a entrega da Casa da Gestante, a reforma do Hospital Macrorregional e do Hospital Materno Infantil e o suporte à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) municipal, com a doação de equipamentos e custeio mensal de R$ 400 mil.

“Mesmo diante de um cenário de crise nacional, estamos investindo em qualidade de vida para a população. Este é um governo que se preocupa com aqueles que por anos estiveram esquecidos pelo Estado, os que pareciam invisíveis”, destacou o governador Flávio Dino.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que os investimentos continuarão a ser realizados. “Nossos esforços são recompensados quando vemos que estamos alcançando os que mais precisam dos serviços públicos. Estamos investindo mesmo diante do cenário desfavorável porque a população merece o melhor. Não é porque é público que não precisa ser de qualidade, por isso buscamos fazer o melhor dentro de nossas possibilidades”, afirmou.
A Casa da Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP) Dra. Eimar de Andrade Melo, anexo do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI) de Imperatriz, foi construída para servir como espaço de acolhimento, que vai oferecer às parturientes um ambiente diferente do hospitalar, mais acolhedor e confortável, visando, também, reduzir a morbidade e a mortalidade materna.

Para Diomara Alves, que já estava há vinte dias na casa de acolhimento, o novo espaço é muito mais agradável. “Aqui é melhor em tudo, muito diferente e bem mais confortável. Estou feliz em poder vir pra cá”, contou. Rafaela Oliveira, mãe há um mês, concordou que o novo espaço é bem mais adequado. “Lá na outra casa é muito quente e aqui temos um lugar amplo e agradável”, afirmou.
Com a reforma, orçada em aproximadamente R$ 700 mil, a Casa da Gestante oferece para população um espaço humanizado de 20 leitos credenciados pelo Ministério da Saúde, além de copa, sala de administração, estacionamento, recepção, auditório e área de vivência.
Outro investimento realizado pelo poder público estadual em parceria com a Prefeitura de Imperatriz foi na UPA municipal. Classificada como de porte I, a UPA 24h do Bairro São José tem capacidade para atender, em média, 100 pacientes/dia e beneficiará 253.123 habitantes de Imperatriz. Parte dos equipamentos e mais R$ 400 mil referentes ao custeio da unidade estão sendo oferecidos pelo Governo do Estado.
O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou a importância da parceria entre poder público estadual e municipal para elevar os índices do Estado. “Através de um esforço conjunto, hoje podemos, com alegria, inaugurar esta UPA. Essa unidade de saúde no bairro São José vai contribuir para melhorar cada vez mais os indicadores de saúde de Imperatriz e, consequentemente, do estado do Maranhão”, disse.
O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, reforçou os objetivos da parceria. “Estamos andando de mãos dadas em prol de melhorias na saúde da nossa cidade. Sozinha, a prefeitura não conseguiria manter esta UPA. Agora, com o apoio do Estado, podemos oferecer estes serviços tão necessários para a população”, afirmou.

Os moradores esperavam há anos a entrega da unidade. A aposentada Maria Zelite Sampaio comemora a inauguração da UPA. “Logo que entrei, vi que estava tudo muito bonito. Vai ser muito bom pra gente que mora aqui perto, porque a gente precisa. Antes, quando a gente tinha um problema tinha que ir no Socorrão ou na outra UPA, agora vamos ser atendidos bem pertinho de casa”, disse.

Materno Infantil e Macrorregional

Em andamento, em Imperatriz, estão também as obras no Materno Infantil e no Hospital Macrorregional. Com previsão de entrega para o mês de agosto, o hospital macrorregional contemplará moradores de toda a região Tocantina e será referência em oncologia, dentre outras especialidades.

Já a reforma do Materno Infantil, já iniciada, irá beneficiar mães como Laís Feitosa, 22 anos. Grávida de gêmeos, para ela, os serviços no materno infantil são fundamentais para a saúde dos seus bebês. “Estou sentindo contrações e desde que cheguei venho sendo acompanhada. A reforma certamente melhorará para todas que precisam ser atendidas aqui”, disse.

Em Imperatriz, Casa da Gestante promove dignidade e acolhimento adequado ao público materno infantil



“Esse espaço é muito melhor que o outro. Não vamos ter mais banheiro sem água e calor o tempo todo. Aqui é bem mais confortável”. O depoimento sobre a satisfação de ser bem atendida é de uma adolescente de 15 anos que recebeu os cuidados da Casa da Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP), anexo do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI), em Imperatriz.

A unidade de saúde foi entregue à população no último sábado (16) e está transformando o cotidiano da adolescente e de outras mulheres que agora contarão com acompanhamento em um ambiente acolhedor e confortável. A entrega do espaço está inserida no rol de ações do Governo do Estado, que segue na contramão do cenário nacional, aumentando investimentos para a melhoria da qualidade de vida da população, enquanto outros Estados estão reduzindo investimentos.

“Não estamos medindo esforços para garantir o respeito aos direitos da população maranhense, especialmente daqueles mais carentes, que por anos estiveram esquecidos e desassistidos pelo Governo. Essa é uma obra que nos enche de alegria, porque ela demonstra a nossa preocupação em oferecer serviços cada vez mais humanizados”, destacou o governador Flávio Dino.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, também comemorou a entrega do equipamento junto às parturientes. “A nossa motivação é oferecer um tratamento humanizado a essas mulheres, por isso muito me alegra realizar essa entrega. Não é porque é público que não precisa ser de qualidade. O que a nossa gestão quer é oferecer para a população o melhor dentro das nossas possibilidades. Agora sim estamos oferecendo um espaço de acolhimento digno, com estrutura e serviços de qualidade”, afirmou o secretário Carlos Lula.

A CGBP garantirá acolhimento, orientação, acompanhamento, hospedagem e alimentação às gestantes, puérperas e recém-nascidos, dentro do que preconiza o Ministério da Saúde através da estratégia ‘Rede Cegonha’. As gestantes contarão com o apoio de uma equipe multidisciplinar, que dará assistência necessária às mulheres, desde o planejamento familiar, apoio às gestantes, recém-nascidos e puérperas em situação de risco, contribuindo para um cuidado adequado às situações que demandem proximidade dos serviços hospitalares de referência.

O diretor-geral do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz, Reginaldo Batista, explicou a importância da casa no atendimento às mães. “A casa de acolhimento era um espaço inadequado. Agora, o novo espaço além de ser fundamental para melhoria dos serviços de acompanhamento das gestantes e puérperas, favorecerá a realização de treinamentos e oficinas terapêuticas, que serão ministrados às acolhidas através do núcleo de educação permanente do hospital”, disse.

A residência provisória de cuidado visa reduzir a morbidade e mortalidade materna sendo voltada para pacientes que necessitem de vigilância diferenciada sem, entretanto, perfil para internação. A assistente social Terezinha Ferreira, que há quatro anos realiza o trabalho de acompanhamento das gestantes e puérperas, também comemorou a entrega. “Muitas mães já vêm fragilizadas dos seus municípios e, mesmo sem necessitarem de internação, precisam de um acompanhamento. A outra estrutura era totalmente inadequada para esse trabalho. Essa nova casa é uma grande conquista para todos nós. Meu sonho era essa mudança e hoje posso dizer que ele foi realizado”, afirmou.

No espaço que abriga a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera Dra. Eimar de Andrade Melo funcionava a antiga Unidade Regional de Educação. O local foi todo estruturado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e funciona a 200 metros da maternidade. O prédio reformado, com investimento de aproximadamente R$ 700 mil, pertence ao Estado. O local conta com 20 leitos credenciados pelo Ministério da Saúde, além de copa, sala de administração, estacionamento, recepção, auditório e área de vivência.
Para Diomara Alves, que já estava há vinte dias na casa de acolhimento, o novo espaço é muito mais agradável. “Aqui é melhor em tudo, muito diferente e bem mais confortável. Estou feliz em poder vir para cá”, relatou satisfeita.

18 julho 2016

Deputada Valéria cumpre agenda de inaugurações no aniversário de Imperatriz


Valéria Macedo (PDT) fez parte da comitiva que acompanhou o governador Flávio Dino (PC do B), no sábado (16), que participou de uma agenda de inaugurações promovida pelo Governo do Estado em função do aniversário de emancipação política da cidade de Imperatriz.

Pela manhã a parlamentar pedetista acompanhou a inauguração da ‘Estrada do Arroz’ que liga as cidades de Imperatriz a Cidelândia e é considerada a mais importante via de acesso ao parque de Industrial da Industria SUZANO de Papel e Celulose, além de fazer as interligações de uma extensa região dos povoados mais populosos da cidade de Imperatriz.  
O asfaltamento de toda a extensão da Estrada do Arroz é um anseio histórico daquela região. “Valéria Macedo destacou a importância da obra para Imperatriz e principalmente para as comunidades rurais e ainda resgatou as grandes lutas dos Fóruns (através da grande líder social Dona Lourdes) e as sociedades organizadas como as quebradeiras de coco e Associação de Produtores.
Valéria Macedo destacou entre as inaugurações ocorrida durante todo o dia, algumas que reproduzem o caráter social e o comprometimento do Governo do Estado com a melhoria da qualidade de vida do maranhense, como a inauguração da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro São José. Construída pela prefeitura, aguardava a três anos as condições de funcionamento através de equipamentos e ajuda financeiras do Estado, garantida pelo Governador Flávio Dino.
Além disso, a inauguração da “Casa Da Gestante Dra. Eimar Andrade”, que visa especialmente receber as gestantes de toda a Região Tocantina que buscam atendimento no Hospital Regional Materno Infantil.  A parlamentar destaca que a Casa abriga conforto e dignidade às mães parturientes que buscam atendimento em Imperatriz e não tinham uma condição mínima e humanizada para aguardar o momento do parto.
“Imperatriz é uma grande princesa e merece todas as inaugurações como forma de respeito que os governantes do Estado deve ter com essa grande e majestosa cidade. O governo tem visto o potencial e as necessidades dessa metrópole regional que emana e pulsa força e dedicação através de um povo forte e trabalhador, Parabéns Imperatriz pelos seus 164 anos”, finalizou a Deputada Valéria.

17 julho 2016

Metade dos brasileiros prefere Temer a Dilma, revela Datafolha


A gestão do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) parece agradar boa parte da população do Brasil, já que, segundo o Datafolha, 50% dos brasileiros avaliam que seria melhor que o peemedebista continuasse no cargo até 2018. Divulgada neste sábado (16), a pesquisa indica que somente 32% achariam melhor que Dilma Rousseff retornasse ao Palácio do Planalto. (folha.com) 

DEMOCRATAS apoia reeleição de Vagtônio Brandão em Buritirana...


No dia a dia o prefeito Vagtonio Brandão conquista mais aliados partidários e correligionários que aderem à sua pré-candidatura. 

Dessa vez, mais um partido, DEMOCRATAS, que tem como lideranças na região o deputado Antonio Pereira, vice-prefeito Jerry Adelmo e a vereadora Marivan.

 Essa adesão irá somar positivamente, uma vez que este partido preza de muita credibilidade e solidez no cenário político.

Artigo Flávio Dino: Obras e homenagens


Mais uma etapa da busca por maior integração de nosso estado aconteceu neste final de semana, com a inauguração da Estrada do Arroz, na região tocantina, e da rodovia entre Fortaleza dos Nogueiras e São Pedro dos Crentes. Encontramos essas obras inacabadas, com menos de metade da execução. Agora concluímos e entregamos à sociedade.

Por meio das rodovias que estamos concluindo e inaugurando, passamos a interligar melhor o nosso estado, garantindo o deslocamento seguro de cidadãos e dos produtos de nosso trabalho. Um religamento com nossos caminhos de crescimento econômico, obstruídos há tantas décadas. Para que esse crescimento ocorra de verdade, e seja para todos, temos que combater as desigualdades regionais, e é por isso que temos obras hoje em todas as regiões do Estado.
Essa luta contra as desigualdades sociais e regionais também foi a marca da história do Padre Josimo Tavares, assassinado por pistoleiros em 1986. Josimo era o “padre negro de sandálias surradas” que lutava em favor dos pequenos agricultores contra a violência no campo, da qual acabou sendo uma das vítimas, há exatamente 30 anos atrás. Desde sábado, Padre Josimo passou a dar nome à Estrada do Arroz, eternizando a sua luta e homenageando todos aqueles que acreditam em uma partilha mais justa da riqueza por todos nós produzida.

Sobre a Estrada Padre Josimo Tavares, a estrada do arroz, destaco que em apenas um ano e meio de gestão, concluímos e entregamos essa obra, que se arrastava há anos. Executamos mais de 80% das obras, com a pavimentação de 44 quilômetros que antes eram de barro e a total recuperação de outros 11 quilômetros de rodovia. Para melhorar o acesso, recuperamos também as estradas vicinais que dão acesso à Estrada Padre Josimo, em uma quantidade ainda superior, de 70 quilômetros. Serão beneficiadas diretamente mais de 25 comunidades rurais e mais de 35 mil pessoas.

Outro presente que entregamos a Imperatriz em seu aniversário de 164 anos foi a inauguração da Casa da Gestante e do Bebê. Com investimento de R$ 700 mil, a Casa da Gestante integra o Programa Ninar, que começamos a implantar neste ano de 2016, complementando a atuação do Hospital Materno-Infantil que mantemos em Imperatriz. A Casa da Gestante foi batizada de Dra. Eimar de Andrade Melo, uma homenagem a essa que foi a primeira médica de Imperatriz, dedicando 40 anos de sua vida à atuação em ginecologia e obstetrícia.
Além dessas duas importantes conquistas, fizemos mais seis inaugurações sexta e sábado: estrada em São Pedro dos Crentes, escola digna em Fortaleza dos Nogueiras, unidade do Viva em Imperatriz, escola e IEMA em Ribeirãozinho, UPA e avenida em Imperatriz, além de termos iniciado a obra da Avenida Beira-Rio, na mesma cidade.

Tantas e tão relevantes obras, são uma sinalização do respeito que temos por todas as regiões de nosso estado. E trata-se de um retorno dos tributos colhidos em forma de investimentos diretos para o cidadão. Com ações como essas, vamos construindo um Maranhão melhor para todos nós e nos religando à nossa vocação de desenvolvimento.

.

.

.