28 março 2015

ITZ: Reforma politica pode aumentar mandato de Madeira em mais 2 anos

Eleições seriam somente em 2018, se projeto que estende o mandato por mais 2 anos, para unificar as eleições, for aprovado. 

O projeto de autoria do Deputado Federal Edmar Arruda, que deve ser incluso no projeto de reforma politica, ainda debatida na câmara federal, que prolonga por mais dois anos o mandato de todos os prefeitos do Brasil, com o objetivo de unificar as eleições em 2016, cai como uma bomba no cenário politico de pretensos candidatos naturais à sucessão de Sebastião Madeira, prefeito de Imperatriz. 


A ideia que isso ocorra já era prevista, no entanto, pouco se debate essa possibilidade na micro-politica. 

 A lei, se aprovada, também estenderia o mandato dos vereadores por mais 2 anos. 

Segundo informações prestadas pelo jornal "poder Tocantinense", ainda no segundo semestre deste ano, Deputados e Senadores votarão a Reforma Política.

O projeto do deputado federal Edmar Arruda e segundo ele, em entrevista a uma emissora de TV nesta semana, possui um clima favorável pela aprovação, disse.

Com isso, em 2018 — explicou Edmar — haverá eleição única para presidente da República, governadores, deputados estaduais, federais, senadores, prefeitos e vereadores.

GOVERNO MADEIRA

O governo Madeira está prestes a bater um record que dificilmente será superado, já que a reforma politica deve mesmo ser aprovada já para as próximas eleições. Os secretários serão os primeiros da história da cidade a permanecer no cargo na mesma inercia durante 10 anos.  Apenas algumas poucas adequações politicas foram feitas durante os 5 anos do mandato do prefeito reeleito.
Postar um comentário