29 novembro 2016

Imperatrizense que não foi convocado para jogo na Colômbia diz que "Deus poupou sua vida"





Matéria atualizada às 13:27


Jogador da Chapecoense é natural de Davinopolis, onde iniciou sua atividade esportiva mas nasceu em Imperatriz-MA.

Uma família de Imperatriz amanheceu aliviada e ao mesmo tempo em luto, por causa morte de 76 passageiros que estavam no voo que caiu em Mededllin, na Colômbia, no entanto o alivio é por causa do filho ilustre que joga no time da Chapecoense, Lourency Rodrigues, que felizmente não foi convocado para a partida. 

Apesar das perdas dos companheiros do time, a família agradeceu a Deus pelo livramento.

A equipe iria disputar a final da Copa Sul-Americana, transportava 81 pessoas. Informações iniciais anunciam que há seis sobreviventes, entre eles, somente 3 jogadores da equipe brasileira.

Lourecy não foi convocado para a final decisiva e ficou na concentração em Chapecó, consternado por não ter viajado com a equipe, hoje, após a noticia do acidente, o maranhense chorou e lamentou a morte dos colegas.


O jogador maranhense foi destaque do jogo entre Chapecoense e Fluminense, que ocorreu no Rio de Janeiro, ao marcar o gol da virada da equipe capixaba.

Lourecy é filho do Sr. Lourêncio que trabalha no Hospital Santa Monica (INCOR) em Imperatriz e a família é de Davinopolis-Ma, cidade que fica a 15 quilômetros de Imperatriz e a 656 quilômetros para a Capital, São Luis.

Na tragédia que marca a história do futebol brasileiro para sempre, foram resgatados com vida os jogadores Alan Luciano Ruschel (lateral), Jackson Ragnar Follmann (goleiro) e

o zagueiro Hélio Zampier Neto, o Neto, também sobreviveu, mas seu estado de saúde é considerado grave, segundo informou o jornal Bom dia Brasil.
Postar um comentário