30 novembro 2016

Prefeito eleito revela manobra de Soliney para “raspar” caixa da prefeitura de Coelho Neto


O Prefeito eleito de Coelho Neto, Américo de Sousa, vem reclamando de enormes dificuldades no processo de transição que deveria ter sido realizada pelo atual prefeito.

Soliney - Atual prefeito de Coelho Neto 
Segundo Américo, Soliney tem criado todos os empecilhos para dificultar a futura gestão. “Lamentavelmente o atual prefeito de forma irresponsável tem criado todos os tipos de manobras ilegais”, denunciou.

Para Américo, os projetos que estão sendo enviados para a câmara seriam sem prazo legal e totalmente fora da lei. A intenção de Soliney, ainda segundo o prefeito eleito, "é empurrar dividas milionárias, burlar licitações fraudulentas, afim de “raspar o tacho” (sic) das finanças da prefeitura de Coelho Neto. Dificultando o prosseguimento de serviços públicos essenciais como saúde," disse.

Américo - prefeito eleito representando a
mudança de Coelho Neto
“Os postos de saúde estão sendo desativados, documentos públicos sendo destruídos, equipamentos da prefeitura desaparecidos, terrenos públicos doados irregularmente para aliados”, denunciou Américo.

Mesmo com as dificuldades encontradas, o prefeito eleito se diz tranqüilo para começar a trabalhar afim de reconstruir a cidade de Coelho Neto, e antecipou que vai encaminhar para a justiça todas as irregularidades, todos os crimes contra o patrimônio publico e contra a prefeitura, com pedido de ressarcimento através da indisponibilidade de bens dos envolvidos.

Segundo a assessoria do atual prefeito, ele se encontra em Terezina-PI, internado com problemas de saúde. 

Após dois mandatos de Soliney, portanto, 8 anos a frente da prefeitura, com certeza Américo de Sousa terá muito trabalho para recompor administrativamente a cidade de Coelho Neto.



Postar um comentário