10 maio 2019

AIRT repudia ato criminoso contra radialista praticado pelo prefeito de Imperatriz


A AIRT (associação de Imprensa da Região Tocantina) condenou a agressão do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, ao jornalista Justino Filho, crime ocorrido na manhã de hoje (10) dentro de uma secretaria. Nas redes sociais, banner e audios de assessores do prefeito são estimulados a comemorar o feito, reafirmando o tom da administração municipal, movida a perseguições e rachas com antigos aliados. Abaixo a nota da Associação:


A Associação de Imprensa da Região Tocantina (AIRT), vem a público solidarizar e ao mesmo tempo, veementemente, repudiar as agressões físicas sofridas pelo radialista Justino Filho, na amanhã desta sexta-feira (10), nas dependências da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEDEL), pelo atual prefeito de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos.

O radialista sofreu uma brutal agressão, com socos no rosto e ponta pés, quando exercia sua atividade profissional, em busca de informações.

Entendemos que atitudes como esta extrapolam e atingem a liberdade de expressão, como ato Intimatório e covarde, pois não é através da violência que se resolve as diferenças ou divergências de opiniões.

Aquele que sentir que seus direitos foram feridos deve buscar a reparação na forma da lei, através da justiça, e não com atos de violência.

Não aceitamos que fatos como este passem impunes, pois vivemos em um estado democrático de direito, onde todos devem ser respeitados e a liberdade jamais cerceada.

Entretanto, queremos uma resposta das autoridades na apuração deste fato e exigimos que o agressor seja punido.


Atenciosamente:
Gonzaga Silva
Presidente da AIRT

Nenhum comentário: