20 janeiro 2020

IMPROBIDADE! Assis convoca barnabés a faltar serviço para protestar contra vereadores...


A convocação do prefeito de Imperatriz Assis Ramos e do secretário de Saúde, para que os barnabés da prefeitura (servidores rasos) vão até a câmara para protestar contra os vereadores em pleno horário de trabalho pode resultar em ato improbidade administrativa. 

Os servidores da prefeitura que estariam (em tese) com receio de ter seus salários afetados, foram convocados para comparecer na câmara de vereadores na sessão extraordinária desta terça-feira (21). Com o orçamento previsto para ser votado, o que vai parecer é que o prefeito teria a força popular e também dos servidores, pelo menos vai 'parecer'. Os aliados mais ligados ao "contra-cheque", os não concursados ou nomeados por apadrinhamento, devem comparecer em massa para cumprir o comando do chefe do executivo. 

O acordo com a câmara não envolve servidores e nem podem ser afetados pela questão do orçamento, até porque existe um prazo regimental na câmara que certamente não interfere na gestão pública. Mas o ato de convocar os servidores para pressionar a câmara, induz a falta em pleno horário que deveriam estar trabalhando. Se a convocação, neste caso, foi realizada por membros do primeiro escalão do executivo e até pelo prefeito, o ato é passivo de averiguação.

Com a falta de habilidade e popularidade, a câmara toca o seu dever de acordo com os prazos e não mais por conta da pressão do executivo. A academia infelizmente não preparava prefeitos, líderes políticos mas preparava delegados para atuar em momento extremos e armado, ou em casos de investigações, mas em nenhum momento para ser líder, afinal, liderança também não se aprende em academia mesmo que existisse um curso para tal ofício. Como dizia Max Weber, talvez um dos mais conceituados sociólogos citados na área de gestão, "O poder é definido como o potencial que alguém tem de ter sua vontade executada, sem enfrentar resistências ou, em circunstâncias extremas, como a capacidade de forçar as pessoas a obedecerem. Quanto à autoridade, para Weber, existem três tipos: carismática, tradicional e racional-legal.

Em qual dessas características de líder o prefeito de Imperatriz está enquadrado?

Nenhum comentário: