21 maio 2020

'Comitê de Crise' da OAB vai fiscalizar contratos e recursos do COVID-19 para Imperatriz


Uma comissão denominada ‘COMITÊ DE CRISE’ em plena atuação na OAB subseção de Imperatriz,vai analisar os contratos da prefeitura de Imperatriz e fiscalizar a destinação dos recursos. 

A informação é da presidente, a advogada Márcia Cavalcante, baseada em decisão recente da Diretória da OAB/Imperatriz. “A criação de um comitê de crise por parte da Seccional Imperatriz, visa fortalecer o enfretamento ao combate da Pandemia que hora assola nossa cidade, pensando no bem estar do advogado, mas nunca fugindo ao debate e combate aos eventuais desmandos das administrações públicas que possam ocorrer” observa a presidente. 

Comissões ligadas a saúde pública e social da OAB, vem encaminhando tanto a prefeitura como a Câmara de vereadores, indagações sobre quais as políticas públicas estão efetivamente sendo adotadas em vistas ao combate da Pandemia, bem como exigido total e irrestrita transparência nos gastos públicos, no entanto, ainda não é possível, através das manifestações do executivo municipal, compreender as ações e nem a destinação dos recursos. Essa é avaliação tanto da câmara de vereadores, quanto da comissão da própria OAB 

O que se pode ver é uma “nova” entidade, uma OAB muito mais presente, uma OAB mais social, uma OAB mais exigente com o trato público e que pelo visto não medira esforços junto aos órgãos de controle constituídos exigindo que o bom combate seja exercido sempre com clareza e fiel as leis. 

Como entidade vista com confiança por parte da sociedade, espera-se, já que outros órgãos fiscalizadores tem tido atitudes metódicas quanto ao executivo municipal, que a OAB, encabeça junto ao legislativo, uma severa varredura sobre a destinação dos recursos milionários que a prefeitura vem recebendo desde o ano passado, e que superam significativa qualquer pleito anterior.

Nenhum comentário: