.

.
.

26 maio 2022

Prefeitura de Estreito promove caminhada contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes


ESTREITO - O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, celebrado no último dia 18 de maio, foi marcado por uma caminhada, realizada nessa quarta-feira (26), pelas ruas da área central de Estreito. 

A passeata, que contou com a participação do Prefeito Léo Cunha, a Secretária Municipal de Assistência Social, Amanda Cunha, demais Secretários, Vereadores, o Promotor de Justiça, Sr. Paulo Roberto da Costa Castilho, Carlos Eduardo Coelho de Sousa, Juiz de Direito Titular da 2ª. Vara da Comarca de Estreito e o Instituto Gotas da Esperança, alertou para a importância e necessidade de união da sociedade para o enfrentamento do problema na cidade.
“É importante termos a consciência que não devemos deixar que pessoas abusem de nossas crianças. Temos que exigir respeito. Precisamos unir forças, denunciando e coibindo esse tipo de crime. Denunciem qualquer caso, não tenham medo”, disse a Secretária Municipal de Assistência Social, Amanda Cunha”.

O Prefeito Léo Cunha, além de participar do evento, também fez questão de ressaltar que a prefeitura está à disposição do Ministério Público e outros órgãos para combater esse crime covarde e cruel. “Hoje estamos dizendo aqui de forma objetiva somos unidos e fortes para combater a violência e abuso sexual de crianças. Quando chegar ao nosso conhecimento notícias de situações em que crianças estejam sendo violentadas iremos usar todos os meios para responsabilizar os malfeitores. Todo alerta, todo combate são muito importantes. Essa caminhada tem a função de conscientizar contra o abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes”, disse o Prefeito.
O evento chama a atenção da sociedade para algo grave, que as vezes é de difícil constatação e denúncia. A população deve denunciar, assim os órgãos poderão apurar a situação e responsabilizar os malfeitores. A violência e abuso com crianças é uma realidade, infelizmente, ela vive em nosso meio e precisamos combatê-la, sem temer ou poupar pessoas. As vezes um vizinho, parente ou amigo, está envolvido em meio a uma situação dessas e mesmo assim devemos procurar as autoridades e denunciar, com a certeza de que vamos fazer nossa parte.

O dia 18 de maio

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Avenida Imperatriz recebe recuperação asfáltica no Conjunto Planalto

Frentes de serviços avançam nos bairros Nova Imperatriz, Juçara, Bacuri, Mercadinho e Centro.   Equipes dinamizam trabalhos de infraestrutur...