08 outubro 2013

SÃO LUIS: SMTT apreende 150 cartões de estudante e de gratuidade irregulares

 O imparcial_

Cento e cinquenta carteiras de estudante e de gratuidade foram apreendidas em ação da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), que pretende coibir a utilização irregular destes documentos. Os cartões de gratuidade tiveram maior registro de uso irregular. Para flagrar os infratores, a equipe de agentes mapeou as linhas com maior incidência de casos e dentro dos coletivos, vistoria a titularidade das carteiras. O Terminal do São Cristóvão foi o ponto de partida da ação, na manhã de ontem. Os agentes chegaram ao terminal por volta das 11h30 e se deslocaram aos pontos finais das linhas que servem a área. Quem for pego utilizando cartão do qual não seja o titular recebe notificação, tem o documento apreendido e suspenso. Apensa o titular poderá resgatar o cartão.

Durante a operação, os agentes seguem viagem no coletivo até certo ponto, onde fiscalizam a titularidade dos documentos. Após, embarcam em outro coletivo, até encerrar o trabalho. O flagrado com cartão de outra pessoa será notificado e o cartão será enviado à Delegacia de Defraudações. O resgate cabe ao titular que deverá se dirigir à sede da SMTT e precisará justificar por escrito a posse de seu documento em mãos de terceiros. A suspensão do documento é aplicada e o cartão só voltará a ser utilizado após 30 dias (estudante) e 60 dias (gratuidade). Em caso de reincidência, esses prazos dobram. A ação cobre cinco linhas de transporte diariamente. Esta semana, se concentra no bairro São Cristóvão.

Paralelo à fiscalização nos ônibus, outras ações estão em fase de planejamento pela secretaria, para diminuir as fraudes no sistema de transporte coletivo. No entanto, as medidas complementares não foram informadas pela SMTT, mas serão executadas ainda este ano, segundo garantiu o responsável técnico e gerente do Terminal do São Cristóvão, Márfio Lima da Silva. “Não podemos antecipar pois ainda estamos montando as estratégias de execução”, justificou. A linha Janaína/São Raimundo/Alexandra Tavares, no bairro Cidade Operária, foi a primeira a receber a ação, que vai fiscalizar 1200 col
etivos divididos em 121 linhas, até o fim deste ano.
Postar um comentário