19 abril 2015

Suzano realiza ação de conscientização de segurança no trânsito em Açailândia

Equipes disseminam informações de segurança e realizam monitoramento das atividades dos motoristas de transporte de madeira


Imperatriz, 16 de abril de 2015 – A Suzano Papel e Celulose realiza amanhã (17) em Açailândia uma ação de conscientização e monitoramento das atividades dos motoristas que prestam serviços de transporte de madeira para a empresa.

No início da manhã, as equipes de segurança se concentrarão em uma das frentes de trabalho para reforçar com os motoristas os conceitos de segurança em suas atividades. Posteriormente, o grupo segue para a BR-010 para monitorar o comportamento responsável e seguro dos condutores através do uso de radar de controle de velocidade e bafômetro.

De acordo com Vilmares Nascimento, Coordenador de Segurança da Suzano, esta é apenas uma das iniciativas realizadas pela empresa visando a segurança no trânsito. “A Suzano investe em treinamentos e palestras, além de outras ações focadas na disseminação da segurança nas estradas. Com esta iniciativa hoje, acreditamos que alcançamos nosso objetivo de conscientizar os motoristas de transporte de madeira quanto à legislação de trânsito, os procedimentos da nossa empresa e, principalmente, o respeito à comunidade e aos usuários das rodovias por onde trafegamos”.

Este modelo de ação de conscientização teve início no Pará e deve ser estendido a estradas próximas a outras áreas onde a empresa tem módulos de colheita.


Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose (Bovespa: SUZB5, OTC: SUZBY e Latibex) é uma empresa de base florestal e uma das maiores produtoras verticalmente integradas de papel e celulose de eucalipto da América Latina. Controlada pela Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, investe no setor de papel e celulose há mais de 90 anos, com operações globais em aproximadamente 60 países. Atualmente, possui seis unidades industriais: Suzano, Rio Verde, Limeira e Embu, no interior do Estado de São Paulo, Mucuri, na Bahia, e Imperatriz, no Maranhão. Sua capacidade de produção é de 4,7 milhões de toneladas de papel e celulose por ano.
Postar um comentário