30 maio 2015

Ainda tem jeito para o PT?

Em Imperatriz, o PT retoma as ações que lhe fortaleceram no inicio do projeto de poder, o de conquistar o comando dos sindicatos, associações ou representações sociais.

Não é preciso ir muito longe para alcançar os escândalos que envolvem o Partido dos Trabalhadores. Nas cidades menores ou nas grandes; Capitais, cidades médias ou grandes; Em empresas de fachadas, em tudo ou qualquer sistema, seja ele privado ou estatal, lá está o PT, envolvido em mais uma fraude.

Em Imperatriz não foi diferente. Cidade localizada à aproximadamente 600 km da capital, Imperatriz também experimentou a gestão desastrosa do PT. 

Foram longos 4 anos de governo, movido a escândalos e denuncias até as condenações por quase todas as instancias e órgãos fiscalizadores, mas ele ainda resiste; O PT tenta, agora, se restabelecer da mesma forma que começou, atingindo todos os setores organizados,  como sindicatos, associações ou representações sociais, com, certamente, o objetivo de retornar ao poder. O que não se sabe ainda é porque ainda existem militantes que resistem em um bandeira desgastada e envolvida em todos os escândalos de corrupção, sejam a nível Federal, Estadual ou Municipal.

Em meio há um dos maiores escândalos já descoberto, o Petrolão, o PT acaba de consolidar sua performance que envolvem o poder a qualquer custo, e está mais uma vez envolvido em esquema que também envolvem propina e desvios de recursos públicos que atingem em cheio uma empresa supostamente de fachada da primeira dama do Estado de Minas Gerais, esposa do governador Pimentel.

Com tantos escândalos e roubalheira escancarada, resta a sociedade esperar que o Ministério Público Federal aja contra a corrupção que envolvem partidos como o mesmo órgão na Itália, quando pediu a extinção de partidos que se utilizavam das mesmas artimanhas do PT, no Brasil, afinal, com tanto escândalo aflorando a cada noticiário, é pouco provável que este partido ainda tenha jeito.


Postar um comentário