05 abril 2016

Prefeitura inicia os atendimentos para detecção de novos casos de hanseníase na Praça de Fátima


A carreta da saúde Novartis foi instalada ontem (04) e ficará na Praça de Fátima até amanhã (06) para atender a comunidade também com outros serviços. A ação está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde por meio do Centro de Dermatologia Sanitária em parceria com a Novartis que cedeu toda sua estrutura para a equipe da SEMUS juntamente com acadêmicos dos cursos de Enfermagem e Medicina prestarem atendimento durante estes três dias.
“É um mutirão de atendimentos para detecção de novos casos de hanseníase no município de Imperatriz, além de prestar outros atendimentos como testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites”, explica o coordenador do Centro de Dermatologia Sanitária, Francisco Cutrim responsável pela organização da ação.
Os atendimentos são feitos durante todo o dia das 8h ás 12h e das 14h às 18h. O coordenador acrescenta que a carreta da Saúde ficará durante os três dias na Praça de Fátima com o objetivo de atender a população fazendo diagnóstico clínico da doença. Tanto as equipes da SEMUS quanto os acadêmicos foram treinados para dectarem os casos suspeitos neste período e encaminhar o paciente para tratamento.
Para tanto, vale ressaltar que durante o período da ação, médicos especialistas da Secretaria de Estado da Saúde estarão de plantão na Unidade Básica de Saúde Milton Lopes para atender os casos suspeitos diagnosticados na Praça.
“É válido salientar que em caso de confirmação da doença, os pacientes serão encaminhados automaticamente para o tratamento na Rede Pública de Saúde do Município”, ressalta a secretária de Saúde, Conceição Madeira ao falar da ação que segundo ela traduz a preocupação da secretaria em promover melhorias no combate a hanseníase – doença que tem diminuído sua incidência na gestão atual.
Em 2013 Imperatriz alcançou resultados positivos com redução de 60% dos casos de hanseníase no Município quando implantou o projeto de Redução e Controle da Hanseníase em parceria com o Centro de Referência Nacional em Hanseníase da Universidade Federal de Uberlândia. No mesmo ano em função do trabalho realizado pela Prefeitura, Imperatriz foi a primeira cidade do Brasil a realizar teste rápido de detecção de hanseníase.
Pensando em melhorar ainda mais os atendimentos, o Centro de Referência em Dermatologia Sanitária vem promovendo atividades para ampliar o acesso da comunidade aos serviços, a exemplo dessaa ação em parceria com a Novartis.
“Todavia solicitamos aos imperatrizenses e moradores das cidades circunvizinhas que tiverem mancha que não doem que não coçam e que esteja há muito tempo na pele que procure a carreta da Saúde da Novartis nesse período para uma avaliação”, convida a secretária ao acrescentar que ações como estão focadas na melhoria da oferta dos serviços oferecidos ao Usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).
Maria Almeida (ASCOM)
Postar um comentário