16 novembro 2016

Crimes contra 'a mulher' preocupam sociedade.

O Crime contra a vida de Mariana Costa, sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney, ocorrido no final da tarde do ultimo domingo (13), por estrangulamento, em seu Apartamento em São Luis, é considerado um crime bárbaro, principalmente por ter sido cometido por uma pessoa próxima da família, com acesso liberado à residencia. Lucas Porto, agora é réu-confesso do feminicídio (quando o crime é movido pelo fato da vítima ser mulher)
Apesar de o Estado do Maranhão não estar entre os mais violentos quando se trata do sexo feminino, os crimes ocorridos nos últimos meses reforçam a média Nacional de 13 mulheres mortas por dia no Brasil, segundo dados do Atlas da Violência/2016. 
No Maranhão, somente nos últimos 7 dias, 6 mulheres foram mortas.
A sequencia de mortes contra mulheres que vem ocorrendo no Estado acende a luz vermelha para os programas sociais e as redes de atendimentos. Especialistas defendem que os serviços disponíveis devem servir como fator protetivo e garantia de manutenção da vida dessas mulheres, nessas condições, o Estado não pode falhar por omissão e criar mecanismos de proteção e  plantões nas delegacias especializadas, ainda são fatores distantes da realidade do interior.
Mesmo a policia agindo rápido, outros casos ainda marcam essa triste estatística e intrigam a sociedade, como os ocorridos na Região Central do Estado. 
Veja alguns dos casos ocorrido nos últimos 7 dias;
MULHER LEVA 17 TIROS NA FRENTE DOS FILHOS EM ALTO ALEGRE DO MARANHÃO.
Uma mulher, identificada por Marlene Rodrigues da Silva foi metralhada  vários homens armados na cidade de Alto Alegre do Maranhão. 
O crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (15) e teria ocorrido na frente da sua filha.
Informações preliminares dão conta de que a morte da jovem teria sido causada por brigas de traficantes. Os assassinos procuravam seu esposo, que é vigilante.
MULHER É MORTA E TEM A CABEÇA DECEPADA EM COROATÁ.
Outro caso foi na cidade de Coroatá, no bairro do Mocó. A vítima foi identificada como Francileude Gomes dos Santos, de 33 anos. Ela foi encontrada morta por moradores e com a cabeça decepada na Avenida do Aeroporto, no bairro do Mocó, em Coroatá.
O crime ocorreu na madrugada desta quarta (16),e segundo informações da policia, a mulher teria sofrido tortura antes de ser brutalmente assassinada.
TIRO ERRADO MATA MULHER EM ALTO ALEGRE DO PINDARÉ. 
Também neste final de semana, no Povoados Celestino e Centro do Léo, na cidade de Alto Alegre do Pindaré, dois jovens discutiram e atira com uma espingarda, mas o tiro acerta a filha de um morador antigo da povoado, conhecido como Diquinho. Na sequencia o atirador e preso pela população e morto pelo esposo da vítima.
EM IMPERATRIZ, 2 MULHERES FORAM MORTAS EM DOIS DIAS.
Ákila, 20 anos.
No dia 09 de Novembro uma rincha entre criminosos culminou com um tiro que atingiu a jovem Akila Santos Feitosa de 20 anos. O crime ocorreu no inicio da noite, na cidade de Imperatriz. A policia Cívil rapidamente deu resposta com a prisão dos dois acusados, um por tentativa outro pelo crime que culminou com a morte da jovem. 
Em outro caso na cidade de Imperatriz, no dia seguinte, (10), a vítima foi Laira Melissa Silva Costa, 18 anos.
Laira, 18 anos.
 Informações da Polícia Cívil apuraram que Laira estava na garupa da bicicleta do namorado, identificado por Júnior, na BR-010, e quando chegaram na altura do Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva, ela foi atingida por dois tiros disparados por dois elementos que os seguiam em uma motocicleta desde o Conjunto Vitória. O caso aconteceu no fim da manhã. 
De acordo com informações do delegado regional, Eduardo Galvão, “dois indivíduos se aproximaram para alvejar o Júnior, mas não conseguiram e dispararam contra Laira.

Postar um comentário