27 janeiro 2017

Legislativo cobra contrapartida.


Ontem (27) a prefeitura conseguiu por unanimidade, aprovar projetos que remanejam os recursos da Lei orçamentária. Segundo o super secretário, o advogado José Antonio, a nova gestão teria visão diferente sobre a prioridade dos gastos da gestão anterior.

Em conjunto com a aprovação também veio a pressão dos vereadores. Esta é o segundo convite do prefeito para aprovação de medidas em caráter extraordinário. A primeira foi para a aprovação da indicação do solista Chiquinho França para a Fundação Cultural. Somente o vereador Zeziel Ribeiro foi contrário.


Os parlamentares, naturalmente, iniciaram a pressão por cargos no executivo.
Postar um comentário