30 outubro 2018

Com passagens por desmanche de carro, polícia quer saber quem matou Miguelzinho...

Seguem as investigações do caso de homicídio ocorrido no último sábado (27), em Imperatriz, com o objetivo de solucionar o caso do assassinato de Miguel Batista Neres, 31 anos, conhecido como Miguelzinho. A vítima era proprietária de um ferro velho na cidade e foi surpreendido ao sair de sua loja de peças com um tiro de uma arma de grosso calibre.

A motivação do crime ainda é desconhecida, mas a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa, já solicitou as imagens de câmeras de segurança das residências próximas à cena do crime, para identificar qual o veiculo teria dado fuga ao assassino.Miguelzinho, ainda chegou a ser socorrido para Hospital, mas veio a óbito. 

Miguel Neres possuía duas passagens pela polícia, em 2015, quando uma operação fechou a oficina de desmanches de veículos roubados, no bairro Cinco Estrelas, no qual ele estava envolvido. A vítima deixa uma esposa grávida e mais dois filhos.

Postar um comentário