02 dezembro 2018

Bolsonaro confirma convite a Damares: “forte candidata”


Desde que o nome da advogada e pastora Damares Alves foi ventilado como a possível ministra de Direitos Humanos do governo de Jair Bolsonaro, a grande imprensa vem fazendo um “jogo de empurra”, anunciando que existiria descontentamento do nome dela na bancada evangélica. O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, Pastor Takayama (PSC/PR) nega.

“Ela tem defendido as nossas pautas e bandeiras da fé cristã. Temos inteira confiança no trabalho da Dra. Damares, que tem o nosso apoio”, disse ele ao Gospel Prime. Frisou ainda que não existe uma pressão dos evangélicos por cargos: “Não estamos aqui para barganhar cargos, mas para contribuir com a mudança da história do Brasil”.
Postar um comentário