13 março 2019

Fátima Avelino confirma recebimento irregular de contrato de alugueis

A vereadora informou que o imóvel foi vendido a dois anos, mas sempre manteve contrato com a prefeitura. 

Denuncias investigadas pelo Ministério Publico do Maranhão que apontam recebimento de benefícios pagos irregularmente a vereadora Fátima Avelino  começam a tomar corpo e podem culminar, inclusive, com a cassação da parlamentar. 

O portal remocif publicou a semana passada parte da investigação do MP que revela suposto esquema que beneficiava a vereadora através de aluguéis de imóveis de sua propriedade para abrigar escolas e creches. Segundo a promotoria, estimulada por uma denuncia anônima, o principal beneficiário seria Zigomar, esposo de Fátima Avelino. A quebra de decoro parlamentar ocorre em decorrência do contrato celebrado com a prefeitura, ferindo diretamente o regimento interno da câmara e naturalmente, o objetivo moral do cargo que deveria ser os olhos sociais perante as ações do executivo. Em conversa com a vereadora na manhã de ontem (12) na câmara de vereadores, Fátima confirmou que os imóveis foram de propriedade da família mas teriam sido vendidos ha pouco mais de 2 anos, no entanto, confirmou que nas gestões anteriores, quando os imóveis ainda eram de propriedade da família, manteve contrato com a prefeitura, portanto, comprovando o ato irregular da parlamentar. 

Se o corporativismo não prevalecer no legislativo municipal, a parlamentar pode ter problemas no mandato, além do problema na justiça por conta dos recursos recebidos de forma irregular e que provavelmente devem ser ressarcidos ao erário. 



Nenhum comentário: