08 março 2019

Proposta do Vereador Ricardo Seidel exterminaria com a profissão de taxista

No ano de 2019 um intenso debate ocorrido na câmara de vereadores, proposto pelo vereador Chiquinho da Diferro, criou a lei que regula o serviço de transporte por aplicativo realizado por veículos particulares e que beneficia com a regulação, as duas categorias que exploram o serviço de transporte individual de passageiros, agora, mais de 6 meses depois, o vereador Ricardo Seidel, aproveitando o calor do debate dos últimos dias, quer propor uma alteração na lei que praticamente exterminaria um dos serviços.

A proposta do parlamentar é flexibilizar a lei e além disso, tirar a quantidade de veículos e torná-la ilimitada. A medida sofre rejeição por parte das duas categorias. Para os motoristas de aplicativos, sem limite de quantidade o serviço se tornaria inviável. Para os taxistas, a medica exterminaria o serviço de taxi, tornando também inviável diante da concorrência desleal. O presidente do sindicato, Joca Martins, disse que é preciso olhar para as duas categorias, pois a mudança exterminaria uma profissão que sempre deu suporte para a cidade e ainda prejudicaria muitos profissionais que dependem desse serviço. 

Procuramos o vereador para perguntar quais as motivações que o levam novamente ao debate sobre o aplicativo, visto que nas sessões que debateram a lei ele (Seidel) não propôs qualquer emenda, o mesmo preferiu não responder e disse que vai propor uma Audiência Pública para debater o assunto. Este jornalista também perguntou se o parlamentar teria procurado os taxistas para debater o assunto, mas ele preferiu não responder novamente. 



Nenhum comentário: