07 junho 2019

Alair Firmiano diz não haver risco de paralisação no HMI


A afirmativa do secretário de saúde, Alair Firmiano, foi enviado em resposta a este blog no inicio da noite de ontem (6), após a publicação da postagem que aborda a questão de saúde pública na cidade de Imperatriz e débitos com empresas prestadoras na área de saúde que atuam dentro do HMI. 

Segue a nota abaixo:

"Não há nenhum risco de paralisação dos serviços no HMI", afirma secretário. 

Isso ficou consignado na ata da audiência, até porque é um serviço essencial de urgência e emergência, não se pode simplesmente suspender. 

Os débitos de 2016, ainda da gestão passada, ficou decidido que a empresa irá cobrar judicialmente, pois a secretaria não pode pagar débitos de outra gestão, pois não está previsto no orçamento do ano. Em relação aos dois meses de 2019, houve uma irregularidade na cobrança feita pela empresa, que deve ser corrigida para possibilitar o pagamento. Para tanto a secretaria de saúde está fazendo uma auditoria, juntamente com o setor jurídico, para apresentar para a empresa e o ministério público, para assim sanar as irregularidades, e proceder ao pagamento. 

Em ata da audiência, ficou registrado que a secretaria terá 40 dias para elaborar relatório, e juntamente com a empresa sanar os problemas e pagar. A empresa está decidindo também sobre o interesse de continuar ou não prestando serviço, caso decidam pela desistência em continuar com o contrato, a secretaria terá um tempo para contratar outra empresa.

Alair Firmiano

Secretário de Saúde

Nenhum comentário: