08 julho 2019

FUNDEF: Ildon e Madeira recusaram acordo que Assis comemora e lesou o município em 133 mi


Com o acordo do atual prefeito a cidade perdeu 133 milhões em ação que já estava transitada e julgada 

Com um discurso fúnebre e corrigido por duas vezes, o prefeito Assis Ramos gravou um vídeo ‘vaselinisado’ com jargões de impacto e um ditado popular de quinta, com o objetivo de tentar justificar acordo lesivo ao município de Imperatriz no valor de 133 milhões. 

O famoso precatório do Fundef, que foi requerido pelo ex-prefeito Jomar Fernandes, já transitava na justiça e a cidade de Imperatriz simplesmente aguardava o pagamento no total de 227 milhões, já que a ultima instância a decisão já havia sido favorável ao município, explicou o ex-prefeito Sebastião Madeira. 

Madeira ainda disse que tanto o ex-prefeito Ildon Marques quanto ele (madeira) tiveram a mesma oportunidade de fazer o mesmo acordo que Assis fez, mas recuaram pois; o acordo oportunista do prefeito Assis é considerado ”lesivo ao interesse da cidade”, disse o ex-prefeito. 

Madeira ainda disse que o valor recebido 60% seriam dos professores, mas a prefeitura discorda do montante. Segundo material divulgado pela prefeitura, uma série de obras para 'queima' desses recursos já estariam sendo licitadas. Porém, um julgamento do Supremo TF marcada para o mês de agosto pode ou não alterar os projetos eleitoreiros do delegado. Na Câmara Federal, um parecer aprovado no ultimo dia 6 de junho na Comissão de Educação diz que parte dos recursos deveram ser pagos aos professores. 






Nenhum comentário: