26 julho 2019

Prefeitura boicota evento para deficientes e equipes de ciclismo em Imperatriz

Programação estava prevista para este sábado (27), na Bernardo Sayão, mas pode não ocorrer por dificuldade arquitetada pela prefeitura


A SEPLUMA e a SETRAN utilizaram uma audiência com o Ministério Público [provocada pela prefeitura], para jogar a bomba no colo do promotor Jadilson sob a justificativa que a “promotoria” teria impedido a realização de evento para cadeirantes e ciclistas que seria realizado neste sábado na Avenida Bernardo Sayão. A ‘malandragem’ segue evidente pelo simples motivo dos representantes do governo do Estado não ter sido convidados, e, naturalmente, se a audiência fosse requisitada pela promotoria, todos os órgãos envolvidos teriam sido avisados. 

A justificativa da prefeitura seria que os agentes de trânsito e outros órgãos envolvidos estariam envolvidos com a praia, segundo a SETRAN. Entretanto, para realizar a programação organizada pela Agencia Metropolitana (órgão do governo do Estado), a própria estrutura do Governo já seria suficiente, restando apenas a autorização da Secretaria de planejamento urbano e/ou Meio Ambiente. 

Para Frederico Ângelo, a Agência Metropolitana tem trabalhado a inclusão social em todos os campos, inclusive no planejamento de obras importantes, como a Nova Avenida Bernardo Sayão, no entanto, vê, por outro lado, órgãos da prefeitura sendo o principalmente impedimentos para o desenvolvimento e criam impasses para as ações de inclusão social, como esta atividade que envolve principalmente atividades com cadeirantes, disse. “Quem não trabalha passa o tempo todo tentando atrapalhar quem trabalha”, completou. 

Organizadores de eventos de Ciclismo lamentaram o impasse e o provável cancelamento da programação. 

Agora depende dos órgãos da prefeitura para a realização da programação ou tanto os cadeirantes como as equipes de ciclismos e corridas de ruas terão que refazer a agenda para outro momento, quando a prefeitura desistir de atrapalhar menos e trabalhar mais.

Nenhum comentário: