02 janeiro 2020

700 metros de galeria construída pela prefeitura beneficia somente Supermercado Mateus


Além do favorecimento ao supermercado, a obra ainda comente crime ambiental jogando dejetos fecais no Riacho Bacurí 

A obra realizada no Bairro Jardim Oriental foi anunciada como “drenagem que beneficiaria a população”, segundo vídeo publicado pelo prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, em sua rede social. A verdade, no entanto, é que a obra beneficia apenas a grande estrutura do mega-grupo do Supermercado Mateus que está sendo construído na avenida Babaculândia. 

A obra inicia dentro do Riacho Bacuri próximo ao Bairro Vila Nova e vai encerrar as margens da Avenida Babaçulândia, bem de frente a galeria de drenagem do Supermercado Mateus. Durante o percurso da obra que será por mais de 600 metros, não existe nenhuma boca de lobo em nenhum dos 7 quarteirões, deixando claro que a drenagem beneficia tão somente e exclusivamente o Supermercado Mateus. 

Apesar das reclamações dos moradores junto ao Secretário Zigomar, o mesmo admitiu que não haverá drenagem para o bairro e cinicamente disse que as galerias seriam feitas em outro momento, discurso comum para ludibriar os desmandos em obras mal executadas. 

CRIME AMBIENTAL e IMPROBIDADE_ 

O outro fato ocorre na mesma rua. Moradores estão pagando entre 150 a 200 reais para ligarem suas redes de esgotos e até reservatórios de dejetos fecais, para a equipe da prefeitura que trabalha no local. Moradores admitem o pagamento e a irregularidade, mas alegam não veem outra alternativa, já que a drenagem não beneficia nem um centímetro do bairro, apesar de passar totalmente por dentro. Em um vídeo onde a prefeitura tenta deteriorar a imagem da CAEMA (CIA de água e esgoto) o narrador da empresa Canal relata que a companhia estaria ligando rede de esgotos na rede de drenagem, crime que agora a prefeitura comete contra o Riacho bacurí, que sequer foi limpo para receber os dejetos (bosta) que agora estão chegando em sua encosta e breve chegará ao Rio Tocantins. 


Nenhum comentário: